Cloud Computing

Cloud Computing

O cloud computing (ou computação em nuvem) é uma tecnologia que hospeda os mais diversos recursos, programas e arquivos através da grande rede de internet. Dessa forma, permite que o usuário acesse a tais aplicações através de qualquer tablet, computador, celular ou dispositivo conectado à internet, sem a necessidade de comunicação com um servidor local. A computação em nuvem revolucionou o modo como as pessoas consomem a tecnologia por dois principais motivos (GIRALDO, 2018):

A nuvem é infinita, logo o espaço deixou de ser um problema;
É possível acessar conteúdos de qualquer lugar do mundo, basta apenas de um dispositivo conectado à internet.
Dentre as inúmeras vantagens dessa tecnologia, pode-se citar:
A economia com custos de infraestrutura, uma vez que a tecnologia elimina gastos com compra de hardware, software, energia e manutenção;
A economia de espaço, uma vez que a nuvem é infinita e os arquivos permanecem armazenados online;
A centralização da informação, que elimina a dispersão de arquivos em locais diferentes com distintas senhas de acesso e autenticação;
O trabalho remoto, que permite, além do acesso às informações de qualquer plataforma conectada a internet, o trabalho colaborativo online;
O aumento da segurança, com as amplas políticas e controles dos provedores em nuvem, que ajudam a proteger os dados contra ameaças.

Atualmente existem três tipos de armazenamento em nuvem, com serviços diferentes que ajudam as pessoas e empresas a suprirem as suas necessidades. O primeiro tipo é a nuvem pública. As nuvens públicas são ambientes pertencentes a provedores de serviço de nuvem, disponíveis a qualquer usuário ou empresa que deseje contrata-lo. Neste modelo, o cliente é responsável por tudo o que envia para a nuvem, enquanto o provedor se preocupa com a manutenção da mesma. Todo o modelo é padronizado para todos, o que acaba tornando-o o mais barato (MICROSOFT, 2019).

O segundo tipo de nuvem é a nuvem privada. Nela, os recursos são personalizados exclusivamente para uma empresa ou organização. Dessa forma, a infraestrutura da nuvem é mantida no domínio interno da empresa e a mesma pode oferecer acesso restrito a usuários selecionados, como parceiros e colaboradores (MICROSOFT, 2019).

O terceiro e último modelo de computação em nuvem é o tipo híbrido. Esse modelo mistura as características da nuvem pública e privada, permitindo que os dados e aplicativos circulam entre elas (MICROSOFT, 2019).

Deixe uma resposta