‘O casamento é uma ilusão’, diz psiquiatra

http://www.secom.ba.gov.br/modules/destaques/uploads/1492024547RIACHAOJACUIPE728x90pxcopy.jpg

Um dos pioneiros da terapia familiar no Brasil, o psiquiatra Moises Groisman, lançou em 2017, “O casamento é uma ilusão – Salve o casamento”, livro de título autoexplicativo no qual afirma: essa história de felizes para sempre, almas gêmeas… é tudo balela, principalmente se o casal se acomodar. Na ocasião, ele falou à coluna de Cleo Guimaraes, no Jornal o Globo e estamos replicando, confira:

Dizem que a paixão dura dois anos. E o amor? Casamento tem alguma data de validade?

O casamento terá data de validade se o casal acreditar, por exemplo, que os filhos e a família se encarregarão de mantê-lo, e não o próprio casal, atualizando suas questões nas diferentes áreas de convívio.

Como perceber que o casamento já era? Há algum sinal de que não tem mais jeito?

Se o casal não tem um projeto em comum e leva vidas paralelas, é um mau sinal, assim como a frequência reduzida ou ausência de relacionamento sexual. Isso sem falar nos casos de agressão física ou verbal, dupla ou unilateral.

No livro você diz que a presença exagerada ou a morte de um dos pais (da esposa ou do marido) é a causa muitas separações. Por que?

Na medida em que aquele que perdeu o parente não recebe o apoio do parceiro, ele pode concluir que o problema é apenas seu e de sua família original. Também se o genitor vivo passar a morar na casa do casal sem a concordância dos parceiros, isso pode produzir um desequilíbrio naquele casamento e até a separação. São nesses momentos que a gente consegue ver como está a relação, o apoio e o acolhimento.

PATRICIA LANE

Patricia Lane é formada em Letras pela UFBA, pós graduada em Estudos Linguísticos e literários, Gestão Escolar, Coach e Mentoria e MBA em Direção de arte, tv e vídeo. Atua como palestrante na área de Oratória e Gestão de Carreira, apresentadora de tv e jornalista politica DRT 006213/BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *