Pastor Henrique Vieira

http://www.secom.ba.gov.br/modules/destaques/uploads/1492024547RIACHAOJACUIPE728x90pxcopy.jpg

Igreja em silêncio diante do Bolsonarismo não é neutra, mas cumplice. A Igreja deve ser autônoma diante do Estado e dos partidos, mas não pode ser neutra diante das injustiças e das opressões. Na verdade, neutralidade não existe. A Igreja é uma instituição dentro da história, da sociedade e da conflitivdade social. Mediante os princípios do Evangelho e do testemunho da vida de Jesus cabe à Igreja sempre se colocar ao lado dos pobres, dos oprimidos, da promoção da paz, da justiça e da liberdade. Jesus, na oração do Pai Nosso, nos ensinou a pedir a Deus que “Venha o Teu Reino”, ou seja, que nos cabe no contexto da história dar sinais do Reino de Deus.

Revista Veja
Matéria: Aumento da pobreza do Brasil
Personagens: Eduardo Bizerra da Silva(pai, catador de papel), Fabiana(mãe) e filhos Alex, Alessandra e Alana(bebê de oito meses)
Foto: Cristiano Mariz
Data: 29/11/2017
Local: Plano Piloto – Brasília – DF

 

 

Este Reino é personoficado na pessoa de Jesus. Jesus promoveu a paz, o acolhimento, o perdão. Jesus quebrou preconceitos, denunciou o acúmulo de riquezas, dividiu o pão, protegeu pessoas da violência, se alimentou da compaixão. O Bolsonarismo é um sistema de ódio, desprezo à vida, estímulo à violência e promoção da morte. O silêncio não é uma opção.

PATRICIA LANE

Patricia Lane é formada em Letras pela UFBA, pós graduada em Estudos Linguísticos e literários, Gestão Escolar, Coach e Mentoria e MBA em Direção de arte, tv e vídeo. Atua como palestrante na área de Oratória e Gestão de Carreira, apresentadora de tv e jornalista politica DRT 006213/BA