Connect with us

CIDADES

Com Hidrogênio Verde, Bahia anuncia atração de investimentos e aposta em energias limpas

Published

on

Com Hidrogênio Verde, Bahia anuncia atração de investimentos e aposta em energias limpas

Nesta terça-feira (12), foi lançado o Plano Estadual para Economia de Hidrogênio Verde na Bahia, o que coloca o estado na vanguarda dos investimentos que permitirão a substituição de combustíveis fósseis por energias renováveis no país. O evento foi realizado no Salão de Atos da Governadoria e contou com a presença do Governador Rui Costa, secretários e empresários do setor.

Na solenidade, foi assinado o contrato para a Elaboração de Estudos para o Desenvolvimento da Economia do Hidrogênio Verde (H2V) no estado da Bahia, por meio de uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE) e o Senai Cimatec.

O que é Hidrogênio Verde

O hidrogênio verde é uma fonte de alta densidade energética e de carbono nulo, produzido a partir de fontes renováveis: eólica, solar, hidráulica, biomassa ou biogás. De acordo com as projeções da Agência Internacional para as Energias Renováveis – Irena, feitas em 2019, a fonte poderá representar 18% de toda energia consumida globalmente e se tornará competitivo, em relação ao de origem fóssil, antes de 2025.

Um dosmeios para a produção do hidrogênio verde é a eletrólise, processo químico que quebra as moléculas da água em hidrogênio e oxigênio através da eletricidade, sem emitir dióxido de carbono na atmosfera. Após a separação, o gás está pronto para ser distribuído para as indústrias. Outro processo que pode ser utilizado é a gaseificação e reforma da biomassa com captura de dióxido de carbono (CO2), o que permite a produção dos e-combustíveis, sintéticos renováveis.

O Secretário do Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Guimarães, acredita em um novo momento econômico para o estado a partir de agora. “A nova vertente do Desenvolvimento da Bahia passará pela desfossilização da indústria brasileira, ou seja, substituir combustíveis de origem fóssil por combustíveis sintéticos, a partir de energia limpa com o hidrogênio verde. Para isso, o Senai Cimatec, que é o mais importante centro de tecnologia, vai avaliar este estudo e nos mostrar o caminho para traçarmos metas e atingirmos patamares ainda maiores no que diz respeito à produção de energia no estado”.

A necessidade de redução da emissão de gás carbônico torna urgente o investimento em fontes renováveis e sustentáveis capazes de abastecer a indústria. “O que já sabemos é que estado da Bahia se consolida como um dos primeiros na produção de energia eólica e solar atendendo a todos os protocolos internacionais para a geração de um futuro sustentável”, afirmou a secretária Estadual do Meio Ambiente, Márcia Telles.

Trabalho de longo prazo

Criado por Decreto, em dezembro de 2021, um grupo de trabalho foi formado para que a Bahia tenha uma política de investimentos ligados ao Hidrogênio Verde. Além das secretarias de Desenvolvimento Econômico e do Meio Ambiente, participam as pastas de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), da Fazenda (Sefaz), de Infraestrutura (Seinfra), da Casa Civil e o Senai-Cimatec. Um protocolo de intenções foi assinado pelo Governo com a Unigel Agro para implantação de uma unidade industrial de produção de H2V e Amônia Verde no Polo Industrial de Camaçari.

Mais competitividade e tecnologia

Entre os outros projetos lançados nesta terça-feira estão o “Empresa 4.0” e os Institutos Estaduais de Referência em Ciência e Tecnologia da Bahia (Incite). Os dois somam com investimentos de mais de R$ 40 milhões. Já a Empresa 4.0 trata do incentivo à inovação e transformação digital nas empresas com atuação na Bahia. Isso significa aumento de produtividade e competitividade para 220 empresas de diferentes portes com uso de novas tecnologias.

Foi lançado ainda o Programa Bahia Mais competitiva, composto por 5 projetos e 14 subprojetos de inovação tecnológica em áreas como saúde, educação e desenvolvimento econômico. As iniciativas de fomento serão geridas em parceria pela secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb).

“E aqui nós lançamos mais editais, que podem ser feitos com o Senai ou com outros centros de pesquisa ligados às universidades e escolas de ensino técnico, incentivando o investimento na indústria 4.0 e em pesquisas de uso e aperfeiçoamento de cada setor produtivo.”, destacou o Governador Rui Costa, ao explicar a importância dos atos para o futuro sustentável da Bahia.

A SDE também assinou protocolos de intenções com empresas interessadas na implantação de empreendimentos voltados para a geração de energia elétrica a partir de fontes eólicas e solar, bem como de unidades industriais voltadas para a fabricação de calçados, resinas plásticas e derivados de cacau.

Repórter: Leiliane Fláu
Fotos: Mateus Pereira/GOVBA

CIDADES

Com a missão de melhorar cada vez mais a educação da Bahia, Jerônimo inaugura escola em Saúde

Published

on

By

Também foram entregues, nesta sexta (12), no município, obras de segurança e mobilidade

O município de Saúde, no centro norte baiano, ganhou, nesta sexta-feira (12), uma nova sede do colégio estadual, uma unidade conjugada das Polícias Civil e Militar, além do novo Mercado Municipal Zilda Santos dos Reis, que passou por reforma e ampliação. As obras foram inauguradas pelo governador Jerônimo Rodrigues, que também deu por entregue a pavimentação do trecho de rodovia que liga o entroncamento da BA-131 ao distrito de Genipapo.

O governador expressou sua satisfação sobre as intervenções importantes realizadas em Saúde, como colégio estadual. “Uma alegria ter mais uma unidade de educação em tempo integral, garantindo a presença dos estudantes o maior tempo na escola”, celebrou Jerônimo.

A sede do Colégio Estadual Ernesto Carneiro Ribeiro passou por obras de modernização e agora funciona na modalidade tempo integral. Com a reforma, o prédio passa a ter oito salas de aula, laboratório de informática, sala de leitura, restaurante, teatro e quadra poliesportiva coberta. Foram investidos mais de R$ 3,5 milhões na intervenção.

Além do ensino convencional, são oferecidos cursos técnicos de zootecnia, segurança do trabalho e agropecuária. A secretária da Educação em exercício, Rowenna Brito, destaca a melhoria pedagógica que estas unidades vêm promovendo. “Essa entrega é carregada de significados, porque potencializa a aprendizagem dos estudantes para que eles possam construir os seus sonhos, construir seu caminho, construir suas ideias e sua vida para o mundo do trabalho e para o projeto de vida deles. Então, essa entrega aqui tem muito sentido e muito significado para o Governo do Estado e para a Secretaria da Educação”.

O colégio atende mais de 600 estudantes, como Wivian Kathleen e José Antonio, ambos do 2º ano do ensino integral, que consideram fundamental essa ampliação, oferecendo melhores condições para aprender. “Essa reforma vai ajudar muitos alunos. Eles vão ter um futuro brilhante, maravilhoso”, avaliou José Antonio. “Em relação à escola antes e agora, agora está muito melhor, a estrutura do colégio está mais bonita, mais moderna”, completou Wivian.

Segurança Pública

A segurança dos saudenses vai ser reforçada com a entrega da nova Unidade Integrada da Delegacia Territorial, da Polícia Civil (DT), com o Pelotão da Polícia Militar, pertencente a 24ª Companhia Independente da Polícia Militar, sediada em Jacobina. A obra conjunta teve o aporte financeiro de R$ 2,7 milhões. Essa é a 13ª unidade inaugurada somente em 2024 e a 75ª no governo Jerônimo Rodrigues. Mais proteção para os 10.478 moradores locais, como destaca o secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner. “Isso representa um avanço muito grande para as forças de segurança, dando melhores condições de trabalho, modernizando a capacidade do policiamento, de investigação e, consequentemente, prestando o melhor serviço à população. É o maior projeto de melhoria da rede física das forças de segurança, em prol da segurança pública e das forças de segurança”.

Desenvolvimento Rural

Na ocasião, por meio da parceria entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, através da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), foi totalmente reformado o Mercado Municipal Zilda Santos dos Reis, que passou por obras de reforma e ampliação. O investimento foi de quase R$ 870 mil. O local conta com 32 boxes e restaurantes. Com isso, os comerciantes passarão a ter um espaço mais adequado para vender seus produtos. Buscando padronizar e organizar o local, a CAR ainda doou 60 barracas de feira.

Estradas

Jerônimo deu por entregue a pavimentação do trecho de rodovia que liga o entroncamento da BA-131 ao distrito de Genipapo. Foi investido R$ 1,2 milhão nessa obra. O trecho recuperado tem extensão de 2 quilômetros, beneficiando cerca de 19 mil pessoas. O impacto positivo vai alcançar também as principais atividades econômicas da região, como agropecuária e o turismo. “Importantíssimo para conectar a população e ainda queremos poder entregar mais estradas, ligando a sede aos distritos e aos povoados”, acrescentou o governador.

Autorizações

A SDR, através da CAR, foi autorizada a firmar convênio com a prefeitura local para construir uma unidade de beneficiamento de mandioca na zona rural de Saúde. Vão ser atendidas 80 famílias da agricultura familiar. Também por meio da parceria com a gestão municipal, foi autorizada a construção do mercado de carnes.

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), foi autorizada a emitir ordem de serviço para requalificação da Praça Coronel Albino Pereira, no centro da cidade. O investimento é estimado em R$ 2,4 milhões e prevê implantação de quiosque, jardim, pavimentação e pergolado.

A Sedur, por meio da Conder, também recebeu sinal positivo para conveniar com a prefeitura para a pavimentação asfáltica de ruas no centro da cidade. A Sedur, novamente através da Conder, foi autorizada a conveniar com a prefeitura para a drenagem e pavimentação de ruas e requalificação da Praça do Alto da Santa Cruz, na sede.

Repórter: Anderson Oliveira/GOVBA

Continue Reading

CIDADES

Em Lauro de Freitas, cadastro habitacional poderá ser realizado online a partir da próxima segunda-feira (15)

Published

on

By

A partir da próxima segunda-feira (15), os munícipes poderão realizar o Cadastro Habitacional de Interesse Social de forma online. O formulário estará disponível permanentemente no site da Prefeitura de Lauro de Freitas, e poderá ser preenchido pelo próprio cidadão.

O cadastro visa dar continuidade à base de dados e tem como objetivo identificar os munícipes em situação de vulnerabilidade, conforme explica a coordenadora do Departamento de Habitação e Regularização Fundiária (DEHAB), Alana Freire. “Todos os munícipes em situação de vulnerabilidade, que não possuem habitação ou residem em moradia precária ou área de risco, podem realizar o cadastro de Habitação, que funcionará permanentemente, como uma ferramenta de diagnóstico e para possíveis seleções de demanda”.

Além da possibilidade de cadastramento online, os interessados que atendam os pré-requisitos, mas queiram optar por um atendimento presencial podem se dirigir ao Centro Administrativo de Lauro de Freitas (CALF), de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Os postos descentralizados não vão mais funcionar.

A Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento Urbano Sustentável e Ordenamento do Uso do Solo (SEDUR), por meio da DEHAB, destaca que o cadastro não garante a concessão de unidades habitacionais, mas os dados serão utilizados como base de cálculo para futuros programas.

Texto – Yandra Barros

Foto – Wandaick Costa

SUPCOM PMLF – Superintendência de Comunicação de Lauro de Freitas

www.laurodefreitas.ba.gov.br

Continue Reading

CIDADES

4ª Edição do Circuito de Feira Agroecológica Urbana de Salvador acontece nesta sexta-feira (12)

Published

on

By

Fotos: Divulgação

Com uma vasta oferta de produtos de hortifruti, gastronomia e artesanato sustentável, a 4ª Edição do Circuito de Feira Agroecológica Urbana de Salvador será realizada nesta sexta-feira (12), das 9h às 17h, na Praça da Inglaterra, no Comércio. Parte do Programa de Agroecologia de Salvador, o evento gratuito fomenta a agroecologia e o empreendedorismo verde. As feiras são promovidas pela Prefeitura de Salvador, por meio da Secretária de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-Estar e Proteção Animal (Secis), em parceria com as demais secretarias municipais.

O circuito reúne 15 stands com fornecedores de itens de produção primária (vegetais, frutas, hortaliças), itens beneficiados (compotas, molhos, lanches), e fornecedores com produtos ou serviços com aderência ao assunto (brechó, ecobags, e compostagem). O titular da Secis, Ivan Euler, destaca que as feiras além de fomentar o consumo de produtos sustentáveis, trazem também um novo olhar sobre a agricultura urbana.

“São ótimas oportunidades de dar visibilidade aos agricultores urbanos de Salvador e Região Metropolitana. Nosso intuito é mostrar que existe agricultura na capital. Temos muita gente que trabalha com produtos orgânicos, livres de agrotóxicos, e vive dessa atividade econômica. As feiras são espaços para esses comerciantes”, afirma Ivan Euller.

Segundo ele, o objetivo do circuito é democratizar o acesso da população a esse tipo de produto e serviço. “Nosso calendário contempla a realização de feiras em bairros populares e em locais de circulação fácil das pessoas na cidade, a exemplo do Comércio, onde acontece essa edição”, destaca.

Para o secretário, a promoção de feiras agroecológicas em espaços públicos são essenciais para evidenciar a importância da proximidade entre agricultores e consumidores. “É sempre um momento de troca de ideias, com o objetivo de promover uma alimentação saudável e sustentável à população. Convidamos a população de Salvador a passar por lá e adquirir produtos de melhor qualidade e mais baratos do que no supermercado”, convida.

Dentre os objetivos das feiras está o incentivo à produção local e a consciência sobre a melhoria da saúde coletiva da população. De acordo com o organizador do evento, Isaías Vasconcelos, as feiras incentivam a criação de empregos verdes em Salvador e, consequentemente, a geração de renda para pequenos empreendedores. “Seguimos essa linha, oportunizando que o feirante agroecológico da cidade tenha espaço onde expor os seus produtos verdes sem agrotóxicos”, reforça.

A feira também oferece um espaço para a comercialização de produtos artesanais e reaproveitados da reciclagem de materiais que seriam destinados ao lixo. “Os participantes são pessoas e entidades que participam de outras feiras da cidade, e vieram agora formar parceria com a gente”, diz o organizador da feira.

4ª Edição do Circuito de Feira Agroecológica Urbana de Salvador​

Onde​: Praça da Inglaterra – Comércio

Quando​: 12 de abril, das 9h às 17h

Entrada Gratuita

Continue Reading

Cultura