Connect with us

POLÍCIA

Dois morrem e três são presos após troca de tiros com a polícia em Lauro de Freitas

Published

on

Dois homens foram mortos em um confronto com a polícia, no bairro de Portão, em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, na manhã desta segunda-feira (20). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), durante a ação, três pessoas foram presas: Antônio Abrão Rodrigues Souza, 21 anos, Marcos dos Santos Gomes, 20, na foto acima, e Rosileide Araújo Santos, 32.

Ainda segundo a SSP, policiais receberam informações de que um grupo de homens armados estava em uma localidade conhecida como “Pé Preto” planejando atacar uma facção rival. Ao chegarem no local, a guarnição foi recebida a tiros. No confronto, dois criminosos foram baleados. Eles chegaram a ser socorridos para o Hospital Menandro de Farias, mas não resistiram aos ferimentos. Três criminosos conseguiram fugir.

Segundo a titular da 34ª Delegacia Territorial (DT), delegada Andrea Arrais, a motivação do crime seria a disputa pelo tráfico de drogas da região. “Todos os integrantes do grupo têm envolvimento com o tráfico, inclusive, alguns dele já possuem passagem pela polícia”, informou.

Com o trio foram apreendidas duas pistolas, munições de fuzil e de outros calibres, uma sacola com drogas e roupas camufladas.

Antônio, Marcos e Rosileide foram encaminhados para delegacia de Portão e autuados por tráfico de drogas e associação ao tráfico.

Continue Reading

DESTAQUE

Com 10 mil atendimentos em um ano, Batalhão de Policiamento de Proteção à Mulher ganha nova sede e reforça rede de enfrentamento

Published

on

By

Criado em maio do ano passado pelo governador Jerônimo Rodrigues para reforçar a atuação da Operação Ronda Maria da Penha, o Batalhão de Policiamento de Proteção à Mulher (BPPM) ganhou uma nova sede nesta quinta-feira (16), em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). A cerimônia de inauguração contou com a presença do comandante-geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Paulo Coutinho, da secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Elisângela Araújo, e da comandante do BPPM, a tenente-coronel Roseli de Santana Ramos, primeira policial militar da história da corporação a comandar um batalhão.

“Essa é uma das metas do governo Jerônimo ao criar o Batalhão, e hoje temos a grata satisfação, completando um ano, de inaugurar sua sede. Tenho certeza de que isso irá se estender a todos os rincões do estado, porque aqui passa a ser um pólo doutrinário, como foi em 2023 e, agora em 2024, essa extensão será maior ainda, levando proteção às mulheres, à vulnerabilidade do gênero feminino, orientando e fazendo com que, cada vez mais, essa segurança chegue na ponta”, explicou Coutinho.

Com o objetivo de salvaguardar a vida de mulheres que possuem medidas protetivas de urgência expedidas pela Justiça e encaminhadas pelas Varas de Violência Doméstica e Familiar, o BPPM já realizou quase dez mil atendimentos desde a sua criação e, atualmente, assiste a 2.600 mulheres. A unidade conta com um efetivo de 70 policiais militares que atuam na capital baiana e RMS.

“Como está crescendo de forma muito elevada o número de feminicídios e de violência doméstica em todo o país, a criação de uma unidade que ajudará a proteger e enfrentar a violência doméstica na Bahia é de extrema importância, assim como as 22 Rondas Maria da Penha que estão espalhadas pelo estado”, afirmou a tenente-coronel Roseli.

Ainda de acordo com a comandante do Batalhão, que funcionava na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), no bairro de Periperi, na capital baiana, a unidade atua com o pós-medida protetiva de urgência. “No acompanhamento do cumprimento dessas medidas protetivas pelo agressor, pelo causador da violência doméstica, esse é o nosso enfrentamento, encaminhando os relatos para varas especializadas, para que, diante dessas informações, elas possam trabalhar a prisão preventiva ou imediata do agressor quando ele descumpra qualquer uma das medidas descritas”, explicou a comandante.

Para a secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, a criação do BPPM foi uma ação inovadora ao unificar todas as iniciativas dentro do sistema de segurança do Estado na proteção, enfrentamento e combate a todo tipo de violência contra as mulheres. “Estamos celebrando essa política pública, essa iniciativa e esse equipamento tão importante. Isso só reforça as nossas ações para que, de fato, possamos reduzir, cada vez mais, os índices de violência, principalmente de feminicídios, que ainda vem acontecendo com muita intensidade em nosso estado”, afirmou Elisângela.

As mulheres que decidem romper o ciclo da violência ou estão em uma situação de urgência e emergência devem ligar para o 190 ou ir até uma delegacia para prestar queixa. Na unidade, elas podem solicitar medida protetiva.

Repórter: David Mendes/GOVBA

Continue Reading

DESTAQUE

Bahia registra redução de 8,7% em mortes violentas e 25 fuzis são apreendidos desde janeiro

Published

on

By

A Bahia registrou uma redução de 8,7% no índice de mortes violentas (homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte) entre janeiro e maio de 2024, quando comparado ao mesmo período de 2023. O índice foi apresentado nesta quarta-feira (15), durante coletiva realizada pela Secretaria da Segurança Pública, no Centro Administrativo, em Salvador.

O secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner, frisou que as forças policiais e do Corpo de Bombeiros atuam de forma incessante para garantir maior proteção para os baianos. “Ampliamos os investimentos em tecnologia e realizamos ações baseadas na inteligência com total integração, a fim de combater o crime organizado, garantindo a preservação de vidas – nosso maior patrimônio”, explicou o gestor.

De janeiro a maio deste ano, foram registrados pela Polícia Civil 1.746 casos, contra 1.912 ocorrências nos primeiros meses de 2023. Em números absolutos, 166 vidas foram preservadas.

A redução do número de prisões foi de 4% em relação a 2023, com 6.141 pessoas presas – 37 delas lideranças de facções criminosas. De acordo com a SSP, das pessoas presas 320 eram foragidas da justiça e foram localizadas por câmeras de reconhecimento facial.

O comandante-geral da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), Paulo Coutinho, atribui os resultados à coragem e ao compromisso dos policiais militares com a segurança da população baiana. “Eu destaco, sobretudo, a coragem da nossa tropa, o devotamento, o compromisso com a sociedade no sentido de dia a dia. Vamos, cada dia mais, retirar armas de circulação, principalmente as ilegais, que têm trazido morte e sangue para o nosso estado”, enfatizou.

As forças de segurança já apreenderam, desde janeiro, 25 fuzis e 2.169 armas. O titular da Segurança Pública, Marcelo Werner, disse, ainda, que o trabalho integrado, não só com as forças de segurança da Bahia, mas, também, com a Polícia Federal tem ampliado as investigações para identificação das rotas de tráficos de armas no estado.

“Ano passado, a Polícia Federal fez uma operação chamada Dakovo, que identificou rotas [de armas] que vinham do leste europeu, chegavam ao Paraguai e, a partir do Paraguai, chegavam ao sudeste e nordeste. É lógico que nós temos outras investigações em andamento. Essas investigações, inclusive, foram responsáveis para que a gente pudesse alcançar 55 fuzis apreendidos em 2023”, detalhou o secretário de Estado.

Heloísa Brito, delegada-geral da Polícia Civil, reforçou: “estamos trabalhando muito na questão do bloqueio dos recursos, porque o armamento continua entrando. Nessa ação conjunta, não só com a Polícia Civil, Polícia Militar, mas, também, com a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal, estamos impedindo e dificultando a entrada no nosso estado tanto de drogas quanto de armas”.

A Segurança Pública também apresentou redução de 14,6% nos roubos de veículos, 10,5% no número de furtos de veículos; 27,1% nos roubos de ônibus e 85,7% em roubo a bancos.

Fonte: Ascom/SSP-BA, com informações da repórter Milena Fahel/GOVBA

Continue Reading

DESTAQUE

Governo do Estado paga R$ 39 milhões para 21 mil policiais por redução de mortes violentas

Published

on

By

O Prêmio por Desempenho Policial (PDP) corresponde à diminuição das mortes violentas no 2° semestre de 2023

O Governo do Estado concede nesta terça-feira (14), cerca de R$ 39 milhões, através do Prêmio por Desempenho Policial (PDP), para policiais militares, civis e peritos que reduziram em 6% as mortes violentas na Bahia, no 2° semestre de 2023, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

No total, 21.145 servidores das Forças da Segurança receberão o PDP. Destes, 17.232 são PMs, 2.488 integram a Polícia Civil, 862 atuam no Departamento de Polícia Técnica e 563 na estrutura da Secretaria da Segurança Pública.

Dentre as 52 Áreas Integradas da Segurança Pública (Aisp), 27 apresentaram redução das mortes violentas (homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte).

“Fechamos 2023 com diminuição de 6% das mortes violentas, índice estipulado pelo PDP. Este ano, o trabalho segue intensificado e estamos com queda de 9%. Seguiremos com foco na preservação da vida”, enfatizou o secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner.

Fonte: Ascom/SSP

Continue Reading

Cultura