Connect with us

POLÍTICA

Segóvia assume oficialmente direção-geral da PF e diz que combate à corrupção continuará sendo ‘agenda prioritária’

Published

on

O delegado Fernando Segóvia assumiu oficialmente nesta segunda-feira (20) o posto de diretor-geral da Polícia Federal (PF) em uma solenidade de trasmissão de cargo realizada na sede do Ministério da Justiça, em Brasília. Ao discursar na cerimônia, o novo diretor-geral afirmou que o combate à corrupção continuará sendo prioritário no trabalho da corporação.

Em meio a sua fala, Segóvia também disse que trabalhará em harmonia com o Ministério Público no período em que estiver à frente da Polícia Federal. Nos últimos anos, PF e MP protagonizaram diversos episódios de disputa que geraram mal-estar, como na ocasião em que o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot questionou a possibilidade de a PF negociar delações premiadas.

“Buscaremos o combate incansável à corrupção no Brasil, que continuará a ser agenda prioritária na Polícia Federal, tendo como premissa a continuidade de operações especiais, tais como Lava Jato, Cui Bono, Cadeia Velha, Lama Asfáltica e tantas outras em andamento nos inquéritos que tramitam no Supremo Tribunal Federal e nas varas da Justiça Federal Brasil afora” (Fernando Segóvia)

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, durante solenidade de transmissão de cargo no Ministério da Justiça, em Brasília (Foto: Ueslei Marcelino, Reuters)

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, durante solenidade de transmissão de cargo no Ministério da Justiça, em Brasília (Foto: Ueslei Marcelino, Reuters)

O delegado também chamou a atenção para o enfretamento do crime organizado, especialmente o tráfico de drogas e armas, crimes ambientais e eleitorais. Disse que nas eleições de 2018, a PF terá “papel republicano” e trabalhará com “isenção” na investigação de irregularidades.

“Coibindo qualquer tipo de crime, independentemente de partido político, garantindo assim a lisura no processo eleitoral e que a vontade do eleitor prevaleça a qualquer tipo de ação criminosa”, afirmou Segóvia ao assumir oficialmente o comando da corporação.

Quanto à relação com o Ministério Público, Segóvia admitiu uma “infeliz” disputa de poder da PF com o órgão, responsável pela acusação em processos e também apto a realizar investigações.

“Há uma infeliz e triste situação de disputa institucional de poder entre a Polícia Federal e o Ministério Público Federal. Mas confio muito no espírito de maturidade institucional e profissional dos membros dessas instituições”, ressaltou.

“Neste momento, tenho a oportunidade de escrever um novo capítulo dessa história, deixando de lado a vaidade e a sede de poder, buscando equilíbrio e entendimento em nossas ações em prol de toda a nação brasileira. Quem se beneficia mais da disputa é o crime organizado”, complementou o novo diretor-geral.

O presidente Michel Temer – que indicou Segóvia para o comando da PF – participou da cerômonia. O chefe do Executivo federal não discursou durante o evento. Depois de deixar a solenidade, Temer publicou uma mensagem no Twitter desejando “sucesso” ao novo diretor-geral.

O peemedebista também usou a rede social para agradecer o trabalho desempenhado por Leandro Daiello ao longo de 6 anos e 10 meses no cargo de diretor-geral da PF.

Agradeço ao doutor Leandro Daiello pelo trabalho que realizou como diretor-geral desde 2011. Foram quase 7 anos de dedicação à @policiafederal. Receba nossos renovados agradecimentos por sua contribuição para a instituição e para o País.

Continue Reading

CIDADES

Na ducentésima cidade visitada, Jerônimo lança ações de preservação do cerrado baiano e de proteção do meio ambiente em todo o estado

Published

on

By

Com a marca de 200 cidades da Bahia visitadas desde que tomou posse, em 1° de janeiro de 2023, o governador Jerônimo Rodrigues esteve, nesta quinta-feira (6), no município de São Desidério. Na agenda, no Território de Identidade da Bacia do Rio Grande, na região oeste do estado, ele lançou ações de preservação do cerrado baiano e de proteção do meio ambiente em todo o estado.

Ontem (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, o chefe do Executivo baiano esteve em Brasília para assinar, ao lado do presidente Luis Inácio Lula da Silva, o decreto de criação do Monumento Natural Cavernas de São Desidério (Mona). A nova unidade de conservação abrange 16 mil hectares e vai preservar as fitofisionomias do cerrado, sistemas flúvio-cársticos, aquíferos em rochas calcárias e sítios arqueológicos importantes, além de proteger parte da bacia do Rio João Rodrigues, afluente do Rio São Desidério, que deságua no Rio Grande, contribuinte do Rio São Francisco.

“Nós estamos, justamente, na Semana Mundial do Meio Ambiente, ontem foi o Dia Mundial. Nós iríamos fazer essa agenda ambiental separada, quando o Lula nos chamou para participar, ontem, do lançamento de um conjunto de investimentos para o Meio Ambiente no Brasil inteiro, inclusive para a Bahia, inclusive para São Desidério”, lembrou o governador, que acrescentou: “isso nos estimulou a fazer uma agenda combinada. Então, no dia 5, em Brasília e, no dia 6, no oeste, uma região simbólica para nós, porque tem a ver com o meio ambiente. Nós queremos criar um ambiente bom para quem investe, para a sociedade e para a comunidade que quer ter água em abundância”.

Na cerimônia desta manhã, em São Desidério, o governador autorizou e deu ordens de serviços para diversas ações voltadas para a proteção e preservação ambiental no estado, como a publicação da consulta pública para elaboração do Plano Estadual de Meio Ambiente (Pema); do Projeto de Lei que será enviado à Assembleia Legislativa (Alba) para criação do Programa Agente Jovem Ambiental (AJA); a ordem de serviço para implantação do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), no município de Barreiras; e autorização para celebração de convênios com sete consórcios públicos intermunicipais para aprimoramento da Gestão Ambiental Municipal. No total, 127 municípios baianos serão beneficiados.

Para o secretário estadual do Meio Ambiente, Eduardo Sodré Martins, a agenda desta quinta-feira carrega um simbolismo, pois mostra o protagonismo do meio ambiente: “cada município tem que entender a sua atuação, ter seu plano de ação municipal de mudança climática e o Estado como gerenciador. A gente está sinalizando a importância da criação da Unidade de Conservação aqui, em São Desidério, em relação à preservação do cerrado. Nós não só precisamos diminuir o desmatamento, não só precisamos aumentar as ferramentas de comando e controle, nós precisamos ter política pública de preservação, de melhorias”.

No Cadastro Nacional de Informações Espeleológicas (Canie), São Desidério possui 208 cavernas registradas e é o 24º município brasileiro com maior número de cavernas conhecidas. Assim, a criação do Monumento Natural representa um marco na luta pela preservação do cerrado baiano, o que permitirá a proteção de atributos espeleológicos de relevância máxima enquanto concilia a presença das comunidades locais, que poderão manter suas atividades de agricultura familiar e incrementar a renda com o turismo sustentável.

O Monumento Natural Cavernas de São Desidério tem como atrativos o Salão Coliseu, o maior salão de caverna conhecido no país, com mais de 25.000 m², localizado na Garganta do Bacupari; o maior lago subterrâneo do Brasil, situado no Buraco do Inferno da Lagoa do Cemitério, um hotspot de diversidade da fauna subterrânea; e o Sumidouro do João Baio, com variação regular do fluxo de água, um fenômeno raro em nível mundial. Outros locais de beleza cênica são o Lago Azul, a Gruta do Catão, o Buraco da Sucupira e o Buraco da Sopradeira.

O governador aproveitou a visita a São Desidério para entregar 460 mudas de espécies nativas do cerrado aos participantes do evento e plantar mudas de espécies da região. Também lançou o edital da 2ª Edição do Prêmio Bahia Sustentável, contratou o projeto básico de engenharia para implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de São Desidério e autorizou a elaboração de projeto para afaltamento da BA-463, que liga São Desidério a Catolândia, com extensão de 14 km.

“É uma data importante para o município de São Desidério, receber o abraço, receber o calor, estar com o governador no meio do povo e, principalmente, ter o governador ouvindo as nossas demandas. Nós somos o segundo maior município da Bahia em extensão territorial, praticamente do mesmo tamanho do primeiro. É um desafio fazer essa gestão em um município com um agronegócio muito forte, mas que a gente tem uma preocupação ambiental muito grande”, afirmou o prefeito José Carlos de Carvalho.

Repórter: David Mendes/GOVBA

Continue Reading

DESTAQUE

Apoiar a Rádio do Trabalhador é fortalecer a comunicação nacional e a democracia brasileira

Published

on

By

A Rádio do Trabalhador é um patrimônio da classe trabalhadora brasileira. Ainda mais no Brasil onde poucas famílias detém o poder da informação concentrado em seus oligopólios. Tenho clareza de que ao apoiar a comunicação independente também reforçamos a democracia no país.

A comunicação se estabilizou como o quarto poder no mundo inteiro, ganhou ainda mais força com o surgimento da comunicação digital. Nesta perspectiva, quanto mais companheiros e companheiras estiverem inseridos na produção de conteúdos íntegros, éticos e de qualidade, mais fortalecidos estaremos para fazermos a disputa política no campo progressista.

Parabenizo os integrantes da Rádio do Trabalhador pelo compromisso em informar o povo brasileiro, sem abrir mão dos ideais de um Brasil justo, democrático que tenha a classe trabalhadora como protagonista das grandes decisões e transformações do país. Viva a comunicação dos trabalhadores e trabalhadoras!

Josias Gomes – Deputado Federal do PT/Bahia

Vice-líder do PT na Câmara

Se concorda, compartilhe!

📌 Siga:

Instagram: https://instagram.com/josiasgomes1312

Facebook: https://www.facebook.com/Josiasgomespt

Fonte:josiasgomes.com.br

Continue Reading

DESTAQUE

ACM Neto lança pré-candidatura de Débora Régis em Lauro de Freitas: ‘Não querem a continuidade’

Published

on

By

Em evento realizado nesta quinta-feira (16), o vice-presidente do União Brasil, ACM Neto, lançou oficialmente a pré-candidatura de Débora Régis para prefeita e Mateus Reis para vice-prefeito de Lauro de Freitas. Além dos líderes da oposição na cidade, estavam presentes Elinaldo, prefeito de Camaçari; Dr. Pitágoras, prefeito de Candeias; Bruno Reis, prefeito de Salvador; Marcelo Pedreira, prefeito de Mangabeira; o deputado federal Paulo Azi e o deputado estadual Pedro Tavares.

Em seu discurso, Neto ressaltou a importância do momento de escolha para a população e destacou a decisão clara pela mudança no município.

“Quando a gente é convocado a escolher nosso destino, muitas coisas passam na nossa cabeça, dúvidas surgem, respostas aparecem para enfrentar as perguntas e dúvidas. Quando a gente vai escolher nosso prefeito ou nossa prefeita, a gente pesa muita coisa. Agora, talvez o primeiro julgamento e a decisão preliminar seja fazendo reflexão olhando para nossas vidas e compreendendo a realidade da nossa cidade”, disse Neto.

Neto enfatizou a reflexão necessária sobre continuidade e mudança: “A primeira pergunta que surge é a primeira resposta que a gente precisa encontrar: nós seremos continuidade ou mudança? Essa é sempre e inevitavelmente a primeira pergunta que se impõe à nossa avaliação. Se a gente deseja continuidade ou se a gente quer mudança. E aí, eu diria que nunca foi tão fácil fazer uma escolha em Lauro de Freitas, nunca foi tão claro qual é o caminho que essa cidade precisa seguir e talvez nunca na história de Lauro de Freitas, de maneira tão antecipada, a população já tenha decidido o que precisa fazer para as eleições, porque se há uma certeza que as pessoas têm é que não querem a continuidade.”

Ao ser questionado pela imprensa sobre a escolha de Débora Régis, Neto afirmou: “Digo a vocês, assim que cheguei, a imprensa me parou e me perguntou: por que Débora Régis? O nome de Débora não foi escolha minha, não foi do nosso partido, não foi dos líderes políticos dessa cidade, o nome de Débora foi escolhido por vocês, pelo povo.”

ACM Neto também reconheceu o papel da oposição e a importância dos líderes políticos locais: “Confesso a vocês que os líderes políticos da oposição precisam ser homenageados. Todos sabiam que a oposição tinha alguns nomes que se colocavam como pré-candidatos a prefeito. Todos sabiam que a oposição liderava de ponta a ponta as pesquisas eleitorais realizadas nesta cidade. E aí, no gesto de maturidade, de responsabilidade e de renúncia porque Teobaldo, Mateus, Mirela, Tenóbio, Sapucaia, Juca, João Leao e tantos nomes podiam dizer ‘não’.”

Continue Reading

Cultura