Connect with us

CIDADES

Bahia completa 1 ano de vacinação contra a Covid-19

Published

on

Há exatamente um ano, em 19 de janeiro de 2021, o Governo do Estado deu início à vacinação contra a Covid-19 com a primeira dose aplicada na enfermeira Maria Angélica de Carvalho Sobrinho, de 53 anos, em evento com a presença do governador Rui Costa, realizado na sede das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), em Salvador. Desde então, a Bahia recebeu 27 milhões de doses e já aplicou mais de 21 milhões, ente primeira e segunda dose, dose única e de reforço, de todos os imunizantes atualmente autorizados para uso no Brasil: CoronaVac, AstraZeneca, Pfizer e Janssen.

Primeira baiana imunizada, Maria Angélica atua na linha de frente contra a covid-19 e contraiu a doença entre a primeira e a segunda dose, aplicada no dia 20 de março de 2021. Ela foi atendida no Instituto Couto Maia (Icom) com sintomas leves. “Graças à primeira dose da vacina, tive boas respostas e me recuperei rapidamente. É apenas a imunização que nos protege para não termos sintomas graves e não precisarmos de internação, é fundamental para não perdermos nossas pessoas queridas. Hoje já completei todo o esquema vacinal, mas continuo usando máscara, álcool em gel e evitando aglomerações”.

Desde o início da vacinação na Bahia, o Governo do Estado tem atuado com uma logística que garante a entrega das vacinas recebidas em menos de 12 horas para os 417 municípios baianos. Cada cidade recebe as vacinas de acordo com o número de população, usando como base os dados do IBGE de 2020. Ao receber a quantidade necessária para a sua realidade, o município aplica as doses e informa à Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado, que acompanha, monitora a velocidade de vacinação e a capacidade que o município tem de vacinar. A agilidade na distribuição tem mantido a Bahia como o segundo estado com menor mortalidade do Brasil pela Covid-19.

De acordo com a secretária da Sáude (Sesab), Tereza Paim, já é possível evidenciar o impacto que a vacinação teve na queda no número de infectados e mortos pela doença. “Nesta quarta-feira (19), completamos um ano desde o início da vacinação e podemos fazer um comparativo entre o número de casos confirmados e internados nesse período. Em março de 2021, 7.960 pessoas estavam confirmadas e internadas, e em dezembro do mesmo ano, 557 pessoas. A taxa de mortalidade também sofreu uma queda importante e relativa à taxa de vacinação. Em março de 2021, nós tínhamos 23,4 mortes para cada cem mil habitantes, e em dezembro chegamos a 1,4. Esses dados ajudam a entender como a vacinação diminui a possibilidade da morte evitável, causada pelo coronavírus”.

 

Embarque de vacinas para o interior do estado em 19 de janeiro de 2021. Fotos: Fernando Vivas/GOVBA

A secretária alerta que a imunização completa é que garante uma maior proteção contra a doença. “Para combatermos o avanço do vírus é necessário que todas as pessoas vão se vacinar. Ainda temos mais de 2 milhões de pessoas que não tomaram a segunda dose e a vacina salva e vem salvando vidas. É importante que as pessoas busquem as unidades de saúde para se vacinarem contra a doença, incluindo também a dose de reforço. O esquema completo de vacinação dá uma maior garantia de defesa contra a doença.”

Maria Angélica, enfermeira, primeira baiana a receber a primeira dose de vacina contra a covid-19 em 2021. Foto: Camila Souza/ GOVBA

 

Eficazes e seguras

A médica infectologista Ceuci Nunes, diretora-geral do Icom, esclarece que as vacinas são eficazes e seguras. “As vacinas para Covid-19 foram desenvolvidas em um tempo recorde por conta da urgência da pandemia, mas elas se utilizaram de plataformas vacinais que já vinham sendo testadas em outras vacinas para outras doenças. Portanto, não são vacinas experimentais, elas passaram por todos os processos de avaliação, testes de segurança, testes pra avaliar doses e eficácia, e agora nós estamos com o principal dos testes que é utilizando na população em geral. Mais de 11 bilhões de doses já foi já foram aplicadas em todo mundo e não vimos o aparecimento de nenhuma reação vacinal grave”.

Repórter: Tácio Santos

CIDADES

Bruno Reis participa da abertura do Connected Smart Cities nesta quinta (18) no Centro de Convenções

Published

on

By

O prefeito Bruno Reis participa nesta quinta-feira (18), a partir das 9h, no Centro de Convenções de Salvador, da abertura da edição do Nordeste do Connected Smart Cities, maior e mais importante evento de conexões e negócios de Cidades Inteligentes do país. O evento terá 28 horas de conteúdo em seis palcos simultâneos, contando com 18 painéis e mais de 100 palestrantes, entre eles o prefeito de Salvador, Bruno Reis.

O Connected Smart Cities vai abordar temas cruciais para o avanço das cidades nordestinas, como Cidades Prósperas, Cidades Empreendedoras, Cidades Participativas e Engajadas, Urbanismo Sustentável, Cidades Conectadas, Cidades Resilientes e Inclusivas, Mobilidade Ativa, Data Analytics, Tendências e Conectividade e Integração. Os participantes terão acesso a rodadas de negócios, workstations e uma exposição com as soluções e tecnologias mais inovadoras para a região.

Para participar do evento, profissionais de imprensa devem se credenciar por meio do link: https://www.sympla.com.br/evento/csc-regional-nordeste/2302949?token=5bed514260023723be4a8f8d9d1e63b9

Continue Reading

CIDADES

Governador anuncia obras de pavimentação e educação para o município de Paratinga

Published

on

By

O governador Jerônimo Rodrigues anunciou na tarde desta quarta-feira (14), obras de pavimentação e educação para o município de Paratinga, no Oeste da Bahia. As assinaturas aconteceram no Centro de Operações e Inteligência da Segurança Pública (COI), em Salvador, e contou com a presença de secretários estaduais e representantes políticos da região.

Na área de infraestrutura, o anúncio da licitação para a pavimentação da BA-160, com acesso ao distrito de Águas do Paulista, conhecido por suas águas termais, foi o momento mais esperado. A obra, que será realizada pela Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra), terá 16,7 quilômetros de extensão e um investimento de R$ 17,3 milhões de reais.

“Uma agenda importante, um asfalto para uma região turística, que vai beneficiar os moradores e àqueles que vão visitar Bom Jesus da Lapa e precisa passar pela região. Estamos garantindo aqui, o turismo rural e a geração de renda local”, declarou Jerônimo Rodrigues.

Ainda foram anunciadas mais três obras importantes. A primeira compreende o início da implantação de cinco quilômetros de ciclofaixa, desde a nova rodoviária até o acesso à Bom Jesus da Lapa, que vai trazer mais segurança para pedestres e estudantes da Escola Estadual Evandro Brandão. A autorização para iniciar o processo licitatório para a pavimentação asfáltica no Distrito de Volta da Serra e a assinatura do convênio para a construção de uma escola novinha, com oito salas, para o distrito quilombola de Canabrava, também fizeram parte dos atos do encontro.

O prefeito de Paratinga, Marcel José Carneiro Carvalho, comemorou as entregas para o município que vão beneficiar 30 mil habitantes. “Não é só Paratinga que ganha, mas o estado como um todo. Vamos colocar o distrito de Paulista como roteiro turístico para a Bahia e trazer mais inclusão e modernidade para os nossos alunos”, afirmou.

Repórter: Simônica Capistrano/GOVBA

Continue Reading

CIDADES

Jerônimo prestigia saída do bloco Zero Hora que desfila pela conscientização e solidariedade na Micareta de Feira 2024

Published

on

By

 

Nesta quarta-feira (17), véspera da aguardada Micareta 2024 em Feira de Santana, o tradicional bloco Zero Hora, composto por profissionais da comunicação da região, desfilou mais uma vez pelas ruas da cidade, trazendo sua animação característica. O governador Jerônimo Rodrigues esteve presente durante o desfile. Este ano, o desfile teve um diferencial significativo: o apoio à campanha “Bahia Sem Fome”, promovida pelo Governo do Estado.

“Vamos prestigiar com muita alegria esta micareta iniciada aqui pelos profissionais do jornalismo, no Zero Hora. Fico muito feliz em ver o bloco retomando com força”, declarou o governador, destacando ainda a importância do tema do  Zero Hora, este ano, para desmistificar as mentiras que circulam nas redes sociais.

Frequentador da festa desde antes de se tornar professor na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Jerônimo pontuou o tamanho do maior carnaval fora de época do Brasil. “Eu sei da importância econômica e cultural do micareta de Feira de Santana. Acho que a riqueza que nós temos aqui esse ano, homenageando Jorge de Angélica; um artista que integra um grupo de artistas e cantores negros de Feira de Santana, cidade que tem muitos valores culturais, como os blocos afros, os grupos de capoeira, tudo isso é suficiente para receber nosso apoio tanto aqui na sede, quanto nos distritos”, enfatizou o governador.

As camisetas do Bloco Zero Hora foram adquiridas mediante a doação de um quilo de alimento não perecível, em apoio à campanha “Bahia Sem Fome”, do Governo do Estado. Um posto de troca e arrecadação de alimentos foi instalado no Centro de Cultura Amélio Amorim para facilitar a participação dos interessados. Essa iniciativa se destina a combater a fome e a insegurança alimentar entre as comunidades mais vulneráveis do estado, garantindo o acesso à alimentação básica para aqueles que mais precisam.

Conscientização

O Bloco Zero Hora, criado na década de 80 pelo empresário Edson Felzemburgh, mantém sua tradição de reunir jornalistas e seus convidados para uma prévia animada da Micareta. O trajeto do bloco teve início no antigo Ponto do Zequinha e seguiu no sentido contrário do circuito Maneca Ferreira. Este ano, o tema escolhido foi ‘Só vai atrás da fake news quem já morreu’.

“Estamos vivendo tempos em que a desinformação se espalha mais rápido do que nunca. Queremos usar nossa festa para lembrar a todos que é crucial verificar as informações, antes de compartilhá-las. A conscientização é fundamental para combater esse problema que afeta a todos nós”, afirmou Reginaldo Pereira, um dos fundadores do bloco.

Maior do Brasil

Em 2024, o Governo do Estado marca presença, mais uma vez, na Micareta de Feira de Santana, com ações e serviços que envolvem diversas secretarias e órgãos, para garantir a segurança, diversão e também direitos do folião. A tradicional festa do município, considerada a maior micareta do Brasil, será realizada entre os dias 18 e 21 de abril, com ações que celebram a cultura e a identidade do povo baiano. Este ano, o Governo do Estado vai homenagear o cantor e compositor Jorge de Angélica, ícone do reggae do município e da Bahia, que morreu no ano passado.

Em 2024, a festa contará com o apoio do Programa Ouro Negro, promovido pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA), para valorização das entidades de matrizes africanas. Serão apoiados 16 blocos afro, desfilando pelo circuito da folia em Feira de Santana. Além disso, a Secult-BA vai apoiar palcos alternativos e trios sem cordas.

Na quinta-feira (18), os destaques incluem Gabriel Mercury, Filhos de Gandhy e Daniela Mercury. Já na sexta-feira (19), o público poderá curtir os shows de Saiddy Bamba e Malê Debalê. No sábado (20), a festa continua com apresentações de Didá, La vem Elas e Paula Sanffer. E no domingo (21), a programação conta com Adelmario Coelho, Aila Menezes e Roça Sound.

O Secretário da Secult-BA, Bruno Monteiro, ressaltou a importância do apoio do governo para a realização da festa. “Além dos tradicionais blocos afro apoiados pelo programa Ouro Negro, a Secult também estará presente nos palcos alternativos e trios sem cordas, garantindo uma programação diversificada que valoriza a pluralidade da cultura baiana”, afirmou Bruno Monteiro.

Repórter: Tácio Santos

Continue Reading

Cultura