Connect with us

POLÍCIA

“Lembre-se da minha voz pedindo que você parasse”, afirma adolescente que teria sido estuprada por Uber

Published

on

A adolescente de 17 anos que afirma ter sido estuprada por um policial militar durante uma corrida pelo aplicativo Uber, na noite do último dia 25, escreveu um texto de desabafo onde conta como se sente após o ataque, fala sobre o dia em que teria sido violentada e manda um recado para  o homem que acusa de tê-la estuprado.

O BNews teve acesso exclusivo ao texto da adolescente em que ela diz que muitas vezes pensou que se não tivesse pedido o Uber naquele dia, nada teria acontecido, mas ela se deu conta que outra pessoa teria sido vítima do motorista e que “ninguém merece essa dor”.

Leia a carta na íntegra:

Enquanto crescemos, nos ensinam a ter cuidado para não ser estuprada, mas com o tempo percebemos que nenhuma proteção é o suficiente. E não é. Comigo não foi.

É difícil dormir sem ter pesadelos. É difícil sair sem achar que algo ruim pode acontecer de novo. É difícil falar sobre isso. Sobre como minha vida ficou arruinada após uma solicitação do Uber para casa.

O pedido da minha corrida foi do condomínio do meu namorado em Sussuarana para a minha casa, aqui na Suburbana. Saindo do condomínio, ele me ofereceu uma bala, e eu rejeitei brincando “que estava evitando diabetes”, ele riu.

Sempre fui de prestar atenção à rota do meu caminho para casa, mas nesse dia não me importei tanto, fiquei mexendo no celular e quando me dei de conta, já estávamos em uma rota totalmente diferente da que eu sempre pego para voltar do condomínio para a minha casa.

Perguntei por que ele estava indo no caminho oposto, e ele não respondeu e continuou seguindo, foi aí que eu comecei a sentir medo, pedir para quê ele parasse o carro, e ele começava a rir, ria o tempo todo. No momento, parecia que minha mente tinha parado, eu não conseguia pensar e nem fazer nada. Em seguida, ele entrou em uma rua escura, na qual ele parou o carro, sacou um estilete e pediu o meu celular. Eu estava com tanto medo, estava tão nervosa e no momento não conseguia lembrar a senha do meu celular, só conseguia chorar.

Percebi que ele tinha se irritado com a minha demora, e foi aí que ele começou a cortar meu braço com o estilete, e quanto mais eu começava a gritar, ele me cortava. Ele só parou, quando eu conseguir desbloquear o celular. No início, pensei que ele fosse me assaltar. Mas depois que ele tinha conseguido mexer no meu celular, ele veio pra cima de mim, e me agarrou. E pedia para que eu tirasse a minha saia. Eu implorava para ele que não. Tentei reagir, dando chutes, quando ele começou suspender a minha saia, mas eu sabia que não tinha como entrar em uma luta com ele. Ou eu não parava, ou ele me matava.

Ele conseguiu me violentar, e ao mesmo tempo em que ele fazia, ao mesmo tempo ele passava o estilete sobre minhas pernas. Eu pedia pra ele parar, pedia o tempo todo…eu implorava e ele só sabia rir.

A cada minuto, cada segundo, era horrível, era assustador. Eu só pensava que ele ia me matar. E então, naquele momento, tinha acabado. Ele retornou com o carro, fingiu que nada tinha acontecido, cobrou a corrida, e perguntou se eu tinha gostado da viagem.

Eu estava completamente sozinha, fisicamente incapaz de me defender, e ele me escolheu. Às vezes eu penso que se eu não tivesse solicitado aquele Uber, nada disso teria acontecido. Só que então eu me dei conta, teria acontecido, só que com outra pessoa. Ninguém merece sentir essa dor.

Não queria que ninguém soubesse o que tinha acontecido, e o quão destruída eu me sinto. De repente você acorda e lê nos jornais “Adolescente de 17 anos estuprada por motorista de Uber” Onde as pessoas descobrem os detalhes gráficos do meu próprio ataque sexual.

Quando me disseram que eu deveria estar preparada para o caso de perdermos, eu disse que não tinha como me preparar para isso. Ele era culpado desde o momento em que eu entrei naquele carro. Ninguém pode me convencer a deixar para trás a dor que ele me causou.

Em vez de usar o tempo para me curar, eu gasto meu tempo tentando me lembrar de todos os mínimos detalhes daquela noite para me preparar para as perguntas do júri, que vão ser invasivas, agressivas e preparadas para me desequilibrar, e me fazer entrar em contradição.

Hoje, ele se faz de vítima e nega tudo na mídia. Mas, ele sabe, ele sabe o que fez comigo. Ele sabe o quanto eu implorei pra que ele não tivesse tocado em mim. Sofrimento não é um estranho para mim, você me fez o conhecer bem. Você me tornou uma vítima.

Eu sou um ser humano que foi irreversivelmente machucado, minha vida está parada, os meus estudos estão parados. Esperando para decidir se eu valho alguma coisa.

Minha alegria natural, gentileza e o estilo de vida estável que eu tinha foram distorcidos além do reconhecimento. O isolamento em alguns momentos é insuportável. Você também não pode me dar de volta à vida que eu tinha antes daquela noite. Enquanto você se preocupa com sua reputação destruída, eu me preocupo em dormir e ver o seu rosto nos meus pesadelos. Onde eu sou tocada sem poder fazer nada.

Como sei que você assistiu minha entrevista, espero que também leia isso. Você e seu advogado merecem cair no mesmo inferno. Espero que nem hoje, nem nunca, você possa dormir em paz. Lembre-se da minha voz pedindo que você parasse. Espero que isso lhe tire o sono.

Continue Reading

CIDADES

Com a missão de melhorar cada vez mais a educação da Bahia, Jerônimo inaugura escola em Saúde

Published

on

By

Também foram entregues, nesta sexta (12), no município, obras de segurança e mobilidade

O município de Saúde, no centro norte baiano, ganhou, nesta sexta-feira (12), uma nova sede do colégio estadual, uma unidade conjugada das Polícias Civil e Militar, além do novo Mercado Municipal Zilda Santos dos Reis, que passou por reforma e ampliação. As obras foram inauguradas pelo governador Jerônimo Rodrigues, que também deu por entregue a pavimentação do trecho de rodovia que liga o entroncamento da BA-131 ao distrito de Genipapo.

O governador expressou sua satisfação sobre as intervenções importantes realizadas em Saúde, como colégio estadual. “Uma alegria ter mais uma unidade de educação em tempo integral, garantindo a presença dos estudantes o maior tempo na escola”, celebrou Jerônimo.

A sede do Colégio Estadual Ernesto Carneiro Ribeiro passou por obras de modernização e agora funciona na modalidade tempo integral. Com a reforma, o prédio passa a ter oito salas de aula, laboratório de informática, sala de leitura, restaurante, teatro e quadra poliesportiva coberta. Foram investidos mais de R$ 3,5 milhões na intervenção.

Além do ensino convencional, são oferecidos cursos técnicos de zootecnia, segurança do trabalho e agropecuária. A secretária da Educação em exercício, Rowenna Brito, destaca a melhoria pedagógica que estas unidades vêm promovendo. “Essa entrega é carregada de significados, porque potencializa a aprendizagem dos estudantes para que eles possam construir os seus sonhos, construir seu caminho, construir suas ideias e sua vida para o mundo do trabalho e para o projeto de vida deles. Então, essa entrega aqui tem muito sentido e muito significado para o Governo do Estado e para a Secretaria da Educação”.

O colégio atende mais de 600 estudantes, como Wivian Kathleen e José Antonio, ambos do 2º ano do ensino integral, que consideram fundamental essa ampliação, oferecendo melhores condições para aprender. “Essa reforma vai ajudar muitos alunos. Eles vão ter um futuro brilhante, maravilhoso”, avaliou José Antonio. “Em relação à escola antes e agora, agora está muito melhor, a estrutura do colégio está mais bonita, mais moderna”, completou Wivian.

Segurança Pública

A segurança dos saudenses vai ser reforçada com a entrega da nova Unidade Integrada da Delegacia Territorial, da Polícia Civil (DT), com o Pelotão da Polícia Militar, pertencente a 24ª Companhia Independente da Polícia Militar, sediada em Jacobina. A obra conjunta teve o aporte financeiro de R$ 2,7 milhões. Essa é a 13ª unidade inaugurada somente em 2024 e a 75ª no governo Jerônimo Rodrigues. Mais proteção para os 10.478 moradores locais, como destaca o secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner. “Isso representa um avanço muito grande para as forças de segurança, dando melhores condições de trabalho, modernizando a capacidade do policiamento, de investigação e, consequentemente, prestando o melhor serviço à população. É o maior projeto de melhoria da rede física das forças de segurança, em prol da segurança pública e das forças de segurança”.

Desenvolvimento Rural

Na ocasião, por meio da parceria entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, através da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), foi totalmente reformado o Mercado Municipal Zilda Santos dos Reis, que passou por obras de reforma e ampliação. O investimento foi de quase R$ 870 mil. O local conta com 32 boxes e restaurantes. Com isso, os comerciantes passarão a ter um espaço mais adequado para vender seus produtos. Buscando padronizar e organizar o local, a CAR ainda doou 60 barracas de feira.

Estradas

Jerônimo deu por entregue a pavimentação do trecho de rodovia que liga o entroncamento da BA-131 ao distrito de Genipapo. Foi investido R$ 1,2 milhão nessa obra. O trecho recuperado tem extensão de 2 quilômetros, beneficiando cerca de 19 mil pessoas. O impacto positivo vai alcançar também as principais atividades econômicas da região, como agropecuária e o turismo. “Importantíssimo para conectar a população e ainda queremos poder entregar mais estradas, ligando a sede aos distritos e aos povoados”, acrescentou o governador.

Autorizações

A SDR, através da CAR, foi autorizada a firmar convênio com a prefeitura local para construir uma unidade de beneficiamento de mandioca na zona rural de Saúde. Vão ser atendidas 80 famílias da agricultura familiar. Também por meio da parceria com a gestão municipal, foi autorizada a construção do mercado de carnes.

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), foi autorizada a emitir ordem de serviço para requalificação da Praça Coronel Albino Pereira, no centro da cidade. O investimento é estimado em R$ 2,4 milhões e prevê implantação de quiosque, jardim, pavimentação e pergolado.

A Sedur, por meio da Conder, também recebeu sinal positivo para conveniar com a prefeitura para a pavimentação asfáltica de ruas no centro da cidade. A Sedur, novamente através da Conder, foi autorizada a conveniar com a prefeitura para a drenagem e pavimentação de ruas e requalificação da Praça do Alto da Santa Cruz, na sede.

Repórter: Anderson Oliveira/GOVBA

Continue Reading

CIDADES

Governo garante maior esquema de segurança da história da Micareta de Feira, além de atrações e serviços em todos os dias de festa

Published

on

By

Durante evento, nesta terça (9), com a presença do governador, foi anunciado um efetivo de 9,5 mil agentes na operação de segurança, além das ações de saúde, direitos humanos e outras áreas

O Governo do Estado vai marcar presença, mais uma vez, na Micareta de Feira de Santana, com ações e serviços que envolvem diversas secretarias e órgãos, para garantir a segurança, diversão e também direitos do folião. O anúncio do planejamento e das atrações apoiadas pelo Estado foi feito pelo governador Jerônimo Rodrigues, nesta terça-feira (9), em evento no Centro de Cultura Amélio Amorim.

A tradicional festa do município, considerada a maior micareta do Brasil, será realizada entre os dias 18 e 21 de abril, com ações estaduais que celebram a cultura e a identidade do povo baiano. Este ano, o Governo do Estado vai homenagear o cantor e compositor Jorge de Angélica, ícone do reggae do município e da Bahia, que morreu no ano passado.

O governador Jerônimo Rodrigues destaca a importância da festa e anuncia a novidade para este ano. “A Micareta de Feira faz girar a economia da cidade e, pessoas da região inteira se fazem presentes. Esse ano temos uma novidade: nós estamos interiorizando a Micareta de Feira, apoiando com bandas importantes, cantores famosos, fazendo a pré-Micareta em dois distritos importantes – São José e Humildes” pontuou Jerônimo, convidando os foliões para os festejos.

“Nós queremos que não só quem é de Humildes e São José venha para o Micareta de Feira, mas quem é de Feira possa ir no pré-Micareta curtir, se divertir. Além da atração cultural, nós estamos garantindo segurança pública nos dois dias: 13 e 14”, finalizou o governador.

Em 2024, a festa contará, novamente, com o apoio do Ouro Negro, programa promovido pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult), que visa a valorização e o fortalecimento das entidades de matrizes africanas. Ao todo, serão apoiados 16 blocos afro, que desfilarão pelo circuito da folia em Feira de Santana. Além disso, a Secult vai apoiar palcos alternativos e trios sem cordas.

Durante o lançamento, foram anunciados alguns dos artistas patrocinados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura, e da Superintendência de Fomento ao Turismo da Bahia, vinculada à Secretaria de Turismo do Estado (Setur). Entre as atrações que terão apoio estadual para se apresentar na Micareta estão os cantores Daniela Mercury, Adelmário Coelho, Ayla Menezes, Maryzelia, Paula Sanfer, Mônica Sangalo, Márcia Porto, Carol Pereyr e Marcionilio; e os grupos Saiddy Bamba, Malê Debalê, Filhos de Gandhy, Banda Didá e Camutiê. Para o Arrastão, realizado na segunda-feira (22), foi anunciada a banda Roça Sound.

Em ação inédita, o Governo do Estado promoverá ainda festas pré-Micareta em distritos de Feira de Santana, que serão realizadas no sábado (13), em Humildes, onde o público contará com as apresentações do grupo Parangolé, Afropop, Dionorina e Girlan Suzart; e no domingo (14), em São José, com Psirico, Cescé Amorim e Samba Duro Baraúna.

O objetivo é levar o clima festivo, valorização cultural e geração de emprego e renda também para o interior do município, antes de o circuito oficial da folia ser aberto.

O secretário de Cultura, Bruno Monteiro,  enfatiza que a festa é também um importante momento de desenvolvimento econômico, de distribuição de renda e geração de empregos.

“O Governo está presente com apoio à cultura, especialmente à cultura afro, à cultura local de Feira de Santana, com a valorização das atrações da terra, apoio ao turismo, às ações de segurança pública, de saúde, de proteção e respeito aos direitos das pessoas. Tudo isso é essencial para uma festa desse tamanho, dessa dimensão e com essa importância”, declarou Bruno Monteiro.

Operação de segurança

A Operação da Segurança Pública para a Micareta de Feira vai contar com um efetivo de cerca de 9,5 mil agentes, entre policiais militares, civis, penais, da Polícia Técnica, do Corpo de Bombeiros Militares e servidores da própria Secretaria da Segurança Pública. Ao todo, serão montadas 74 estruturas, sendo 45 postos elevados de observação – 32 da Polícia Militar e 13 do Corpo de Bombeiros -, sete postos da Polícia Civil, dois da Polícia Técnica e seis da SSP, além de 31 postos policiais.

O secretário de Segurança Pública Marcelo Werner, destaca a abrangência da atuação dos agentes de segurança na festa. “Temos o maior investimento da história do Governo do Estado em segurança pública: são R$10,5 milhões.  Instalamos uma Central de Comando e Controle, onde os órgãos municipais, estaduais e federais estarão atuando para atender rapidamente qualquer ocorrência. Tudo para proporcionar uma ótima festa para todos os baianos e baianas, feirenses e aqueles que vierem curtir a Micareta de Feira”, pontuou o titular da SSP.

Assim como é realizado nos acessos do Carnaval em Salvador, serão instalados oito portais de abordagem no acesso ao circuito da Micareta, que também terá um aparato tecnológico, com o emprego de 53 câmeras, sendo 22 com reconhecimento facial, incluindo uma em cada portal de abordagem. O efetivo ainda estará equipado com 330 rádios Tetra.

Todos os detalhes da micareta serão acompanhados através do Comitê Integrado de Inteligência e Análise, com a presença das Agências Centrais de Inteligência do Estado da Bahia, promovendo a análise de informações e proporcionando o assessoramento técnico às autoridades. Com isso, as equipes de segurança que estão em campo podem ser acionadas e fazer o atendimento em tempo real. A operação de segurança também vai contar com dois Centros Integrados de Comando e Controle móveis.

Ações de saúde

De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), 470 plantões planejados irão reforçar a assistência, acompanhar e atender à população durante os dias da festa. A Vigilância à Saúde vai manter um estande de testagem rápida para Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e distribuir 500 mil preservativos, além de materiais informativos, para prevenir a propagação de doenças e a gravidez indesejada.

Os foliões contam ainda com o Centro de Atendimento a Múltiplas Vítimas, que será imediatamente acionado em caso de desastres ou emergência com múltiplas vítimas.

“Temos investimento de mais de R$730 mil aqui. Nós estamos reforçando a assistência do Hospital Clériston Andrade, duplicando a capacidade de plantão do ano passado. A idéia é a gente trabalhar também nesse período de festa, na prevenção da saúde, uma ação importante do Governo do Estado e a gente fica feliz por reforçar essa assistência aqui”, declarou a secretária da Saúde, Roberta Santana.

A Hemoba também estará presente, através de campanhas de publicidade para promover a doação de sangue. Além disso, a Corregedoria da Saúde vai realizar ações de fiscalização em unidades assistenciais para verificar o cumprimento das escalas e jornadas de trabalho e aplicar possíveis ações correcionais. Já a Ouvidoria da Sesab estará disponível, através do 0800 284 0011, para avaliar o atendimento dos foliões nos serviços de Saúde.

Plantão Integrado

Pelo segundo ano consecutivo, a Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos do Estado (SJDH) vai implantar o Plantão Integrado dos Direitos Humanos na Micareta de Feira. O conjunto de ações tem como objetivo fortalecer e integrar a rede de atendimento, enfrentamento, combate e prevenção à violação de direitos humanos em grandes eventos. O Plantão reúne diversos órgãos e entidades da sociedade civil que atuam de forma conjunta na proteção e defesa dos direitos humanos nos eventos populares da Bahia.

Este ano, haverá dois postos do Plantão, um localizado no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, na rua Vasco Filho, e outro no circuito da Micareta, na avenida Presidente Dutra. Nos quatro dias de festa, equipes fixas e volantes estarão espalhadas pelo circuito para identificar e encaminhar os casos de violações de direitos, além de realizar a mobilização com distribuição de material informativo, insumos e pulseiras de identificação para crianças.

“Serão 100 profissionais circulando no espaço da festa, acolhendo as denúncias de violação de direitos humanos, orientando sobre como atender as foliãs e os foliões e, além disso, prevenindo com a mensagem de paz, garantia e proteção de direitos”, apontou o secretário da Justiça e dos Direitos Humanos, Felipe Freitas.

A Coordenação Geral de Políticas de Juventude (Cojuve) terá o papel de acompanhar os casos de violações de direitos das juventudes na festa, além de promover campanhas informativas e visitas às ações e equipamentos do Estado localizados no circuito da festa. O público-alvo da ação são grupos vulnerabilizados, como crianças, adolescentes, pessoas com deficiência, idosos, LGBTQIA+, consumidores, mulheres, pessoas negras e catadores de materiais recicláveis.

Também serão realizadas as campanhas “Respeito é Nosso Direito”, destacando a importância do Disque 100 para a denúncia da violação de direitos; e “Segure sua Onda!”, que visa conscientizar às juventudes referentes a pautas sensíveis, como combate ao racismo, machismo e redução de riscos e danos. Faz parte da campanha a distribuição dos guias de Proteção Integral, que reúne informações de toda a rede, e de Acessibilidade e Inclusão em Eventos Populares, com orientações para o atendimento das pessoas com deficiência.

Assistência e acolhimento

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) é um dos órgãos que faz parte do Plantão Integrado dos Direitos Humanos, coordenando a atuação do Programa Corra pro Abraço no circuito e no entorno da festa, com iniciativas de redução de danos para populações vulneráveis. Haverá ainda a distribuição de insumos, como água, preservativos, lubrificantes, kits de higiene e materiais informativos, assim como orientações sobre autocuidado para a população em situação de rua e vulnerabilidade social. Também será assegurado atendimento para pessoas que estejam em contexto de uso de substâncias psicoativas.

Para esta ação, estima-se que serão realizados cerca de mil atendimentos. Os serviços também serão ofertados na sede do Corra, localizada na Rua Felinto Marques de Cerqueira. Equipes volantes, equipadas com mochilas térmicas e insumos irão transitar entre os foliões, realizando atendimentos e intervenções às pessoas que estejam em contexto de uso de substancias psicoativas (SPA). Serão priorizadas as pessoas em situação de rua e/ou vulnerabilidade social.

Combate ao trabalho infantil

Durante o período de folia, a Seades também vai desenvolver a campanha Proteja Bahia, contra o trabalho infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes. A equipe itinerante da campanha estará presente no circuito, nas proximidades e portais de acesso à cidade, para distribuir material informativo e divulgar ao público canais de denúncia contra a violação dos direitos infantis.

Promoção do respeito às mulheres

A Secretaria de Políticas Para as Mulheres (SPM)  vai reforçar as ações de sensibilização através da campanha ‘Oxe, Me Respeite!’, para garantir a proteção e a igualdade de gênero durante a folia. Para isso, a Unidade Móvel de Atendimento às Mulheres da SPM estará em Feira de Santana, para atendimento, encaminhamento e acolhimento multidisciplinar com serviço jurídico, de saúde e psicossocial.

Entre as ações, haverá a ativação da campanha Laço Branco, com distribuição de pulseiras no Bloco Lá Vem Elas, de concentração de público masculino. Todo o trabalho será feito de acordo com a Política Integrada com a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, em parceria com a Defensoria Pública, o Ministério Público, a Ronda Maria da Penha, o Tribunal de Justiça, o Hospital da Mulher, a Secretaria de Saúde, a Secretaria de Segurança Pública, as prefeituras do interior, CRAM e CREAS.

Combate ao racismo

A Secretaria da Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) também vai colocar o bloco na rua, com iniciativas transversais dos órgãos do Governo do Estado e da Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa, durante a Micareta de Feira de Santana. A Secretaria vai disponibilizar a Unidade Móvel do Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, com equipe multiprofissional composta por advogada, psicóloga e assistente social, que ficará disponível, das 16h às 22h, na Avenida Presidente Dutra, próximo aos Correios.

Outro local de atendimento será no Posto Integrado de Atendimento Técnico Leandro Menezes, no Cruzamento da Av. João Durval com a Avenida Presidente Dutra, sentido Salvador, das 16h às 22h. As denúncias de casos de racismo e intolerância religiosa também podem ser feitas pelo telefone (71) 3117-7448 ou pelo email [email protected].

Mais sustentabilidade

Uma ação conjunta entre as secretarias estaduais do Meio Ambiente (Sema), do Trabalho, Emprego e Renda (Setre) e da Justiça e Direitos Humanos (SJDH) vai promover a Micareta Sustentável e Solidária de Feira de Santana. A ação prevê o investimento de aproximadamente R$ 180 mil, com financiamento de R$ 20 mil, através do Programa Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais (Pepsa), para atender cerca de 130 catadores de materiais recicláveis. O objetivo é fortalecer empreendimentos da cadeia produtiva de reciclagens de resíduos sólidos, proporcionando melhores condições de trabalho e renda para os catadores de materiais recicláveis.

A iniciativa conta com duas centrais de coleta, localizadas em pontos estratégicos, para recebimento e comercialização de alumínio, pet e plástico, eliminando a ação de atravessadores. O projeto oferece ainda fardamento adequado (calça, camisa, boné), EPI’s (botas, luvas, camisas) e equipe técnica para execução do projeto. Estão previstos o cadastramento de 100 catadores/as de materiais recicláveis autônomos e 30 associados; entrega de 130 kits de equipamentos de proteção individual e fardamento; disponibilização de 200 sacos de ráfia para catadores (as) de materiais recicláveis autônomos; destinação final dos resíduos; entre outras ações.

Promoção do turismo

A Secretaria do Turismo do Estado (Setur-BA) começou a folia antes do início da festa, promovendo a regulação de serviços, capacitação profissional e levantamento e controle da qualidade dos meios de hospedagem. Além disso, um posto de atendimento ao turista e agentes de informação irão fornecer orientações sobre a programação no circuito Maneca Ferreira e sobre equipamentos e pontos turísticos da região. A secretaria também vai aplicar uma pesquisa sobre o perfil do visitante e avaliação dos serviços oferecidos.

“Vamos realizar pesquisas para identificar a origem dos turistas aqui na festa, o tempo de permanência, quanto eles gastam. Estas informações são muito importantes porque elas servem para o planejamento das futuras ações da Secretaria do Turismo”, destacou o secretário de Turismo, Maurício Bacelar, apontando a micareta de Feira de Santana como a maior festa de carnaval do interior da Bahia.

Vistoria de trios elétricos

Cerca de 30 trios elétricos, carros de apoio e minitrios estão passando pela vistoria prévia. O Detran, através da 3ª Ciretran Feira de Santana, compõe uma das três equipes de Fiscalização Preventiva Integrada – (FPI), que é composta também pelo Corpo de Bombeiros, CREA, Superintendência Municipal de Trânsito, entre outros. Esta equipe é responsável pela fiscalização e vistoria nos trios elétricos, carros de apoio, blocos e demais veículos que estarão a serviço durante a Micareta 2024. Só terão acesso ao desfile os carros vistoriados e condutores autorizados a circular entre a multidão.

As vistorias estão sendo realizadas no Parque de Exposições do Município, por equipes da 3ª Ciretran, em escala de revezamento. As vistorias dos veículos prestadores de serviços iniciaram no dia 1º de abril e encerrarão no dia 10 de abril. Já os carros de apoio e os trios elétricos terão as vistorias realizadas entre os dias 11 e 18 de abril. Motoristas dos grandes carros passarão pelo teste do etilômetro, antes de cada apresentação, para garantir a segurança de quem trabalha ou curte a festa.

Fiscalização e Educação no trânsito

Durante todos os dias da Micareta de Feira de Santana, equipes do Detran-BA junto com o Esquadrão Asa Branca da PM, irão realizar fiscalização nos arredores do circuito da folia, a fim de impedir o uso de álcool e direção, e prevenir acidentes, preservando vidas. O órgão também vai promover ações educativas já no Esquenta Micareta, com distribuição de panfletos de orientação para um trânsito seguro e conscientização de condutores. As ações de educação para o trânsito seguem durante a programação oficial.

Entre as operações realizadas pelo Detran estão ainda as Blitze Educativas, com distribuição de ventarolas e panfletos com informações relativas à segurança no Trânsito; e Lei Seca, em parceria com o Esquadrão Asa Branca da PMBA. As ações serão desencadeadas nos dias 18, 19, 20 e 21 de abril de 2024, no período das 12h às 4h.

Distribuição de água potável

A Embasa fez a doação de 3.120 unidades de copos de água de 200 ml, sendo 1.200 entregues para a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), em apoio ao Plantão Integrado de Proteção,  e 1.920 unidades serão encaminhadas para a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social do Estado da Bahia (Seades), por meio da Superintendência de Políticas Sobre Drogas e Acolhimento a Grupos Vulneráveis (Suprad), para fomentar as ações a serem realizadas pelo Programa Corra Pro Abraço.

A Embasa também vai promover serviço de limpeza preventiva na rede de esgoto;  pesquisa de vazamento no circuito; direcionamento de equipes que ficarão à disposição durante o evento; e efetuar ligações provisórias das instituições mediante solicitação.

Micareta da Diversidade

Neste ano de 2024, a Bahiagás está investindo, mais uma vez, no patrocínio do projeto “Micareta da Diversidade”. Em sua 3ª edição, a iniciativa tem por objetivo integrar diversas expressões culturais na Micareta de Feira de Santana, estimulando e divulgando projetos artísticos da cidade para apresentação em trios elétricos e, também, em formato tradicional de marchinhas. A intenção é preencher uma lacuna entre a classe artística negra e LGBT, e as entidades culturais representativas. A iniciativa é feita em parceria com a Associação de Bandas e Artistas de Feira de Santana (BANDAFS) e, para o projeto, está prevista a concessão de patrocínio no valor de R$ 30 mil.

Repórter: Anderson Oliveira

Fotos Matheus Landim GOVBA

Continue Reading

POLÍCIA

Guarda Municipal registra 48% de redução das ocorrências no Centro Histórico

Published

on

By

Após 45 dias da criação do Distrito Cultural do Centro Histórico, os índices de roubo e ações delituosas reduziram em 48%, segundo levantamento da Guarda Civil Municipal de Salvador (GCM), no período de 28 de abril a 12 de junho. Com a realização dos festejos juninos, que se estendem até o dia 25 deste mês, as operações da Guarda seguem intensificadas, em regime 24h de patrulhamento preventivo, para redução da violência.

Neste mesmo período, foram 331 atendimentos, tendo aumento de 443% no número de serviços ofertados pela GCMS. Os dados coletados pelo Sistema Integrado de Gestão da Guarda Civil Municipal (SIGGCM) compõem um relatório, que faz um comparativo com a quantidade de ocorrências referente ao mesmo período do ano passado.

O documento apresenta os resultados das atividades desenvolvidas pela Guarda Civil, no Centro Histórico, desde a implantação das medidas autorizadas pelo prefeito Bruno Reis, com objetivo de revitalizar o local, considerado um dos grandes pontos turísticos da capital baiana.

Segundo Maurício Lima, diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência de Salvador, que acompanha de perto a execução dos trabalhos, os dados ilustram o saldo positivo das ações desenvolvidas cotidianamente pela GCMS. “ A Guarda Municipal está ativa e presentes nos quatro cantos do Centro Histórico, visando atender a população e garantir a prestação dos serviços com qualidade e eficiência. Os índices alcançados até aqui são satisfatórios e vamos trabalhar incansavelmente para melhorar ainda mais”, assinala.

Sobre a elaboração do relatório, o diretor esclarece que cada gerência e/ou setor envolvido no Distrito Cultural do Centro Histórico tem a responsabilidade de registrar e atualizar informações relacionadas à atuação da GCM. “Com esses indicativos conseguimos monitorar nosso desempenho, bem como o perfil organizacional das atividades. Os dados são colhidos diariamente, permitindo eventuais redirecionamentos, necessários para o desempenho da missão”, destaca Lima.

 

Moradora do Santo Antônio Além do Carmo há mais de 50 anos, Maria do Rosário, de 67 anos, ressalta a sensação de segurança e tranquilidade com a atuação da Guarda na região. “Estou muito feliz com o trabalho que a Guarda vem realizando aqui no bairro e em todo Centro Histórico. Oferece mais tranquilidade para fazer nossas caminhadas à noite, passear pelo Pelourinho, sentar na pracinha para bater papo com os vizinhos e amigos. Por aqui estamos felizes e amando todas as mudanças”, afirma.

 

Agenor de Almeida, de 53 anos, também é morador do Centro e descreveu com alegria o novo momento que a região vem vivendo.  “A Guarda está presente em todos os cantos e isso faz com que os turistas, visitantes e até os moradores locais se sintam seguros para explorar as belezas do nosso Centro Histórico. Isso é bom demais”, disse ele.

 

Reforço – Desde a implantação do Distrito Cultural do Centro Histórico, no antigo Instituto ACM, no Terreiro de Jesus, a diretoria da Guarda Civil passou a funcionar no mesmo espaço. Entre as ações de reforço da Guarda está a convocação de 100 novos agentes para atuação exclusiva no Centro Histórico.

A localidade passou a contar também com o reforço de agentes lotados em todas as unidades, uma média diária de 60 agentes fixos no local, auxílio de oito viaturas, quatro motos, além de patrulhamento a pé e reforço em equipamentos públicos de acesso entre as cidades altas e baixa. A Diretoria de Segurança estuda ainda, a implantação de uma base fixa da Guarda Civil Municipal, exclusiva para o Centro Histórico.

Patrulhamento – As ações no Centro Histórico contam ainda com o trabalho do Grupamento de Apoio ao Turista (GAT), que tem unidade física na Rua Gregório de Matos, em frente a Associação cultural Filhos de Gandhi.  Os agentes do GAT executam patrulhamento preventivo e ostensivo na região, através de viaturas motorizadas ou a pé, com profissionais capacitados no âmbito do atendimento turístico local e estrangeiro.

Atualmente, cerca de 80 guardas, divididos em turnos, percorrem as localidades do Comércio, Santo Antônio Além do Carmo, Elevador Lacerda, Praça Cairu, Mercado Modelo, Praça da Sé e Terreiro de Jesus e imediações.

Continue Reading

Cultura