Connect with us

DESTAQUE

Yasmim Thasla – Mulher em Destaque SEMPRE

Published

on

Apresentadora da TV SEMPRE, Juiza de torneios de Robótica e atual Presidenta da @cimatecjr, a jovem de 19 anos, Yasmim Thasla é a Mulher em Destaque da nossa coluna de HOJE.

Ela que é baiana, natural de Salvador, a capital mais amada do Brasil e, que completa 471 anos hoje, contou para nossa equipe como vem se desenvolvendo de forma brilhante, com apenas 19 anos de idade.

Confiram o que essa soteropolitana vem fazendo de extraordinário, e que a torna uma Mulher em Destaque revelando o perfil de uma das jovens baianas, que se destacam na aréa da ciência e tecnologia no estado:

“Quando eu tinha seis anos, desci o freio de mão do carro no intervalo em que minha mãe saia dele para me tirar da cadeirinha. Ela teve que se jogar para dentro do carro pela janela, para puxar o freio de mão e evitar um grande acidente.” Rsrs

Minha mãe é formada na área de educação e sempre me incentivou a estudar e ser independente no quesito ensino, isso fez com que eu começasse a ler e escrever cedo além de buscar conhecimento por conta própria, algo que lembro muito era as coleções de revistas de curiosidades como a antiga “Recreio”

Estudante de engenharia de computação no centro universitário SENAI CIMATEC, Yasmim assumiu no ultimo dia 13 de março a Presidencia da Empresa Junior da Instituição. Ela diz se inspirar muito nas lideranças empresariais que tem na própia família:

“Em 2018 meu tio e padrinho adotou cinco irmãos, são crianças incríveis que chegaram para somar e ensinar muito a nossa família, ele é empresário e me inspira muito na forma de levar a vida, além da família linda que vêm construindo”.

Para você como é ser MULHER e assumir um papel de DESTAQUE na sociedade?

É assumir uma posição de inspiração, não acredito que seja necessário um cargo ou de fato “posição” para inspirar alguém mas vejo no sentido de entender-se enquanto influência e agir com a responsabilidade adequada. Durante meus cinco anos de participações em torneios de robótica, acredito que assim como fui inspirada, inspirei várias meninas a seguir por um caminho ainda questionado para elas na sociedade. Acredito que usar com responsabilidade a oportunidade de inspirar por ser mulher é ter um papel de destaque.

Você enfrentou discriminação de gênero durante sua carreira profissional?

Iniciei minha escolha profissional quando, em 2015, comecei a participar das equipes para torneios de robótica da escola SESI Djalma Pessoa. Fui a primeira menina a operar um robô na mesa dos rounds da minha instituição. Foi uma oportunidade conquistada, visto que os meninos que integravam a minha equipe não tinham confiança em mim para tal função, treinei muito e com o apoio do meu técnico na época, consegui ter uma das melhores pontuações da equipe no campeonato.

Quais aspectos da sua vida pessoal ou/e profissional foram afetados por algum tipo de discriminação ou violência?

Acredito que no que tange a vida religiosa, ou digamos, religiosidade. Meu pai trabalhou viajando por muito tempo e, por isso, já vivi situações desagradáveis com minha mãe por conta da religiosidade de pessoas que não aceitavam uma “família incompleta” dentro das igrejas. Fico feliz em ver ministérios evoluindo e crescendo na busca por pessoas, independente de como, onde e quem são.

Você reconhece que a unidade entre mulheres pode melhorar a vida das pessoas de um modo geral?

Com certeza, quando damos espaço a quem normalmente é marginalizada na tomada de decisões, reforçamos uma rede não só de apoio mas também de ensino para as mulheres. Aprendemos umas com as outras quando nos permitimos trabalhar juntas.

Como é para você liderar outras mulheres?

Hoje estou assumindo o desafio de liderar a empresa júnior CIMATEC jr, uma empresa de poli engenharia que abrange todos os cursos da instituição SENAI CIMATEC. O segmento da engenharia já falha no quesito de representatividade feminina e fico feliz que dentro da empresa, hoje temos 50% dos cargos de liderança entre diretoria e gerências sendo ocupados por mulheres. Como diretora presidente, liderar direta ou indiretamente esse time me enche de orgulho por saber que estou representando e incentivando elas e todos os outros a alcançarem suas melhores versões.

Como foi começar sua vida profissional?

Iniciei minha vida profissional um pouco cedo quando, ainda criança, comecei a apresentar um quadro infantil no programa de televisão independente que era produzido e apresentado por minha mãe Patrícia Lane. Era tudo muito mágico ainda na minha cabeça, apesar das responsabilidades de todo trabalho. Começamos por uma brincadeira que uma criança falante e esperta como eu era logo quis continuar brincando. Cheguei a comandar um programa ao vivo em uma emissora de TV sergipana antes dos 10 anos de idade, o que, sem dúvida, é uma escola profissional. Ao chegar no ensino médio deixei de comandar programas regulares, passei a gravar nas férias e produzir conteúdos pontuais para focar nos estudos, hoje, no quinto semestre da minha graduação acabo de finalizar seis meses de estágio na área de aplicações com inteligência artificial para identificação de anomalias em sistemas físicos, outro início profissional extremamente engrandecedor por ter a oportunidade de trabalhar com profissionais multidisciplinares e ter acesso a tópicos que até então ainda não tinham sido abordados em minha trajetória como estudante.

Como você percebe a realidade política do país hoje?

Um grande retrocesso frente às conquistas sociais e também econômicas.

Quais os planos para o futuro?

Finalizar com êxito a trajetória que o movimento empresa júnior está me proporcionando e viver outras experiências em minha faculdade, além do estágio na minha instituição de ensino, buscar referências externas e evoluir em minha vida profissional.

Nos fale um pouco sobre os projetos específicos, desenvolvidos durante sua jornada profissional?

No ano de 2019, em minha trajetória como estudante, fui aprovada para um programa de verão de duas semanas no Vale do Silício sobre desenvolvimentos de novos negócios de base tecnológica. Considero isso um projeto visto que exigiu um esforço e cooperação de inúmeras pessoas e empresas parceiras para a realização desse sonho. Além das duas semanas estudando na universidade de San Jose, fui convidada pelo museu Exploratorium para trabalhar como voluntária e cooperar com eles na construção do conceito do museu da confederação nacional das indústrias no Brasil. Esse convite acrescentou mais 9 dias em minha viagem em que fiquei em São Francisco e pude conhecer mais uma cidade da Califórnia. A experiência foi transformadora e também um grande desafio, visto que um mês sozinha em outro país era viver completamente o desconhecido.

Se você pudesse aconselhar outras mulheres o que vc diria?

Para acreditar no potencial que possuem e não esperarem por ninguém para realizar seus sonhos ou necessidades, é importante lutar contra o pensamento de dependência que muitas mulheres vivem, seja ele físico, emocional ou financeiro.

Vc é filha de uma das Mulheres que mais vem se destacando na televisão baiana, durante os últimos anos. Nos fale um pouco sobre sua relação com ela:

Minha mãe sempre diz que é um desafio ser minha mãe. Digo o mesmo sobre ser filha dela! É desafiador ao mesmo tempo que motivador, todo dia é uma novidade com minha mãe. Me orgulho muito dela ser essa mulher multifacetada, cheia de ideias e capaz de resolver qualquer coisa.

Para conhecer mais sobre Yasmim, assista a série de programas sobre o Vale do Silício produzido por ela no YouTube/REDE SEMPRE, onde é possivel encontrar também, os programas gravados na sua infância.

Para contacta la para palestras na area de inovaçao e tecnologia e róbotica na educação de crianças e jovens, entre em contato através do email ou pelo direct, no instagram:

[email protected]
@ythasla

Clik no link abaixo e assista uma das palestras realizada por Yasmim:

 

 

DESTAQUE

Campanha do Governo do Estado sobre respeito e diversidade recebe novo prêmio

Published

on

By

O Governo do Estado da Bahia foi premiado com o Troféu Duda Mendonça na noite da última quarta-feira (22), durante o evento de comemoração aos 45 anos da Associação Brasileira de Agências de Publicidade – Bahia (Abap-BA). A campanha Bahia: Aqui é Respeito, veiculada em 2021, foi elaborada com o objetivo de conscientizar contra a discriminação de diversos grupos minorizados e reafirmar o compromisso do governo com PCDs, público LGBTQIAPN+, negros, gordos e mulheres.

Segundo o secretário estadual de Comunicação, André Curvello, mesmo sendo de 2021, o tema se mantém atual, permanecendo entre as prioridades da gestão estadual. “Este prêmio é um reconhecimento importante do impacto positivo da campanha Bahia: Aqui é Respeito, que continua relevante e reflete o compromisso contínuo do governador Jerônimo Rodrigues com a inclusão e o respeito à diversidade”, ressaltou.

A campanha Bahia: Aqui é Respeito, produzida pela agência Leiaute, já havia sido finalista nacional do prêmio Profissionais do Ano em 2022. Na 44ª edição do prêmio realizada pela Globo, o filme concorreu na categoria Valor Social. A peça também ganhou o Prêmio Lusófonos da Criatividade do mesmo ano, celebrado em Lisboa.

’Bahia: Aqui é Respeito’

Realizado pela agência Leiaute, o vídeo foi veiculado em 2021 e retrata situações cotidianas para conscientizar sobre as consequências do preconceito na sociedade. Com mensagens fortes nas vozes de pessoas que contam casos reais, o filme aborda temas como racismo, machismo, gordofobia e LGBTfobia.

Com a colaboração de movimentos e coletivos sociais, a ação buscou provocar e movimentar a sociedade contra a discriminação. A direção de criação do vídeo, com duração de 60 segundos, tem a assinatura de Raul Rabelo e Rodrigo Soares. Já a criação foi desenvolvida por Rodrigo Soares, Bruno Molicone, Will Vieira e Renato Nunes.

De acordo com Juliana Montenegro, head de mídia e planejamento da Leiaute, que representou a agência e o anunciante no evento, o case é motivo de muito orgulho para a Leiaute. “Foi veiculada há alguns anos, mas segue muito atual e gera uma reflexão enorme. Esse prêmio é de todo o time Leiaute, que faz acontecer a agência a cada dia, a cada job. Tenho muito orgulho de trabalhar com todos e sou grata pela confiança de receber no palco essa justa homenagem”, destacou.

O Prêmio Duda Mendonça foi uma homenagem da Abap-BA ao publicitário baiano, e faz referência à criatividade e à ideia. O troféu foi criado e elaborado pelo artista plástico baiano Elano Passos.

Outras premiações

As peças publicitárias do Governo do Estado vêm colecionando prêmios. Os vídeos das campanhas Areninhas e Esporte por Toda Parte foram premiados com a Prata de Técnica, na categoria filmes, no Prêmio Colunistas Norte e Nordeste 2023 – considerado um dos mais tradicionais prêmios da publicidade brasileira, entregue desde 1968. As peças foram produzidas pela agência Morya Comunicação a partir das ações de fomento ao esporte e lazer e da ampliação da infraestrutura esportiva no estado realizados pelo Governo da Bahia, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

No final de 2023, outro filme publicitário que mostra o apoio do Governo da Bahia ao esporte foi escolhido como um dos finalistas na categoria Norte-Nordeste da maior premiação brasileira de propaganda: o Prêmio Profissionais do Ano, que há 45 anos homenageia o talento e a criatividade dos profissionais da publicidade no Brasil. O case, também realizado em parceria com a Morya, apresenta uma história real que valoriza a participação das mulheres no esporte e onde mais elas quiserem estar, mostrando um estado com mais oportunidade para todos.

Também o vídeo Naquela Mesa venceu o Prêmio Profissionais do Ano, em 2021, na categoria nacional Valor Social. A peça fez parte de uma das campanhas do Estado para conscientizar a população sobre os fortes efeitos da pandemia de Covid-19 e a importância dos cuidados necessários, à época. As imagens mostram famílias alegres preparando a refeição. Em um segundo momento, sentados à mesa, filhos e parentes se deparam com o vazio e a tristeza da perda de um ente querido.

Continue Reading

DESTAQUE

Conferência discute políticas públicas para gestão do trabalho e educação na saúde em Salvador

Published

on

By

Fotos: Bruno Concha/Secom PMS

A etapa final da 2ª Conferência Municipal de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde de Salvador foi encerrada na manhã da quarta-feira (22), no Centro de Convenções da capital baiana, no bairro da Boca do Rio. O evento que teve início na última segunda-feira (20), girou em torno de debates, discussões e propostas que irão elencar melhorias na gestão do trabalho, bem como na elaboração de novas políticas públicas voltadas para os trabalhadores, gestores e usuários da rede pública de saúde do município.

Durante três dias, cerca de 350 pessoas estiveram reunidas na conferência, dentre elas delegados e delegadas do município, trabalhadores da saúde, gestores, estudantes, professores universitários, entidades, movimentos sociais e demais representantes da sociedade civil. Foram realizados debates com enfoque na garantia dos direitos e na defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), do trabalho digno, decente, seguro, humanizado, equânime e democrático.

Os participantes produziram ainda diretrizes para a formulação da Política Municipal de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, centrada nas demandas atuais das trabalhadoras e dos trabalhadores do SUS. De acordo com Everaldo Braga, presidente do Conselho Municipal de Saúde de Salvador (CMSS), o evento possibilitou ainda a criação de um documento denominado Caderno de Proposta, que será entregue ao prefeito Bruno Reis e à vice-prefeita e titular da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Ana Paula Matos.

“A reunião desses grupos é muito importante para que possamos nos alinhar e debater os assuntos de interesse das esferas citadas priorizando a observação da rede municipal de saúde como um todo, discutindo propostas de transformação que irão reverberar positivamente no atendimento, na prestação de serviço, na gestão e também nas condições de trabalho. Tudo que foi produzido aqui será formalizado através do Caderno de Proposta e entregue aos gestores municipais responsáveis para análise e possível aplicação”, explica Braga.

Neste ano, a conferência traz o tema “Democracia, Trabalho e Educação na Saúde para o Desenvolvimento: Gente que faz o SUS acontecer” e corresponde à Etapa Municipal da 4ª Conferência Nacional de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Na ocasião, também foram eleitos os representantes que irão discutir as propostas na Conferência Nacional, que será realizada em Brasília (DF), no mês de dezembro.

A vice-prefeita e titular da SMS, Ana Paula Matos, exaltou os profissionais que militam pelo SUS em Salvador, e destacou a importância do Conselho Municipal de Saúde, bem como da realização da 2ª CMGETS. “Temos conquistado juntos muitas coisas importantes, mas ainda temos muito a fazer. Essa é uma oportunidade estratégica de união de esforços em prol da qualificação permanente e melhoria dos nossos fluxos e serviços”, declarou.

Continue Reading

CULTURA

7ª Mostra Lugar de Mulher é no Cinema recebe inscrições de curtas-metragens até sábado (25)

Published

on

By

Foto: Divulgação

Reportagem: Priscila Machado/Secom PMS

Até o próximo sábado (25), estão abertas as inscrições para a 7ª Mostra Lugar de Mulher é no Cinema, festival de curtas-metragens dirigidos por mulheres e pessoas não binárias que será realizado em Salvador entre os dias 24 e 28 de julho, em celebração ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. Será aceito qualquer curta-metragem produzido a partir de 2022 e que seja dirigido por mulheres e pessoas não binárias.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site do evento, no endereço www. mostramulhernocinema.com.br. O resultado da seleção também será divulgado no site e nas redes sociais da mostra. Os links dos filmes devem estar hospedados na plataforma Vimeo ou YouTube.

Este ano, as exibições das produções da competitiva serão divididas em três tipos de sessão: Lua (para os curtas nacionais), Matinê (para o público infantil e adolescente) e Raízes (dedicada aos curtas baianos). Haverá sessões competitivas e não competitivas e os locais de exibição ainda estão sendo definidos.

A Mostra Lugar de Mulher é no Cinema tem o objetivo de fomentar e disseminar obras dirigidas por mulheres e pessoas não binárias, possibilitando uma pluralidade de olhares para as produções. “O festival nasceu a partir de uma observação feita pelas criadoras no mercado e da constatação de que era muito difícil ver filmes dirigidos por mulheres e por pessoas não-binárias em tela. O que acaba chegando para o público lá na ponta, que o público tem acesso, são filmes que não têm esse recorte. É um recorte que traz um olhar feminino, mas, acima de tudo, um olhar cinematográfico e do audiovisual”, conta Day Sena, diretora-executiva da mostra.

“Quando a gente vai para um olhar específico, por exemplo, um filme que tem uma temática feminina, a gente vê a diferença de um olhar feminino na produção. Dentro do espectro da não binariedade também existem questões que são tocadas, mas que estão dentro do espectro feminino. E é importante que uma mulher e uma pessoa não-binária esteja dentro desse contexto para que imprima melhor do que está se tratando, com mais verdade”, acrescenta.

Mesas e oficinas – Além de exibir produções dirigidas ou protagonizadas por mulheres e pessoas não binárias, o projeto 7ª Mostra Lugar de Mulher é no Cinema promoverá ações formativas, a exemplo de mesas, oficinas e masterclass. “É extremamente importante esse lado formativo que a mostra possui. É nele que conseguimos, politicamente, inclusive, girar a roda da mulher no audiovisual baiano e brasileiro. Estamos estabelecendo algumas parcerias fora do estado que são muito importantes”, afirma Day.

O projeto foi contemplado pelo edital SalCine, com recursos financeiros da Fundação Gregório de Mattos (FGM), vinculada à Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) de Salvador, e da Lei Paulo Gustavo, viabilizados pelo Ministério da Cultura.

Continue Reading

Cultura